Jornal do Brasil

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

Cultura

Festa Literária de Pirenópolis termina com debates, oficinas e palestras

Agência Brasil

As ruas de pedra e o casario antigo de Pirenópolis, em Goiás, abrigam hoje (3) o último dia da 6° Festa Literária da cidade (Flipiri), que conta com a participação de mais de 40 autores e apresentações musicais. O sábado será de debates, palestras, lançamentos de livro e ainda oficinas de música, ilustração e texto, além de show de encerramento, à noite.

O tema desta edição da Flipiri é Literatura e Viagem, em alusão a eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas de 2016. Além dos turistas que a festa atrai, estudantes de escolas públicas e particulares da cidade também marcam presença em várias atividades.

Dois autores são homenageados este ano, Ignácio de Loyola Brandão, que é romancista, contista, cronista e jornalista e, em 2008, ganhou o Prêmio Jabuti com o romance O Menino Que Vendia Palavras. O outro é Elder Rocha. Escritor, pintor e crítico de arte, escreveu o Guia Sentimental de Pirenópolis, com informações históricas e curiosidades sobre a cidade.

Paralelamente à festa literária, ocorre o Encontro Flipiri de Ilustradores, que teve a primeira edição no ano passado, criada para dar visibilidade às ilustrações dos textos literários. Desde ontem, o público está conhecendo diferentes técnicas de ilustração e o processo de trabalho dos ilustradores, entre eles o norte-americano Todd Parr, que faz uma oficina neste sábado, às 16h .

A Flipiri começou no dia 30 de abril e o encerramento, na noite de hoje, será feito pelo Grupo Patubatê, que une, em suas apresentações, música, teatro, cultura, conscientização social e ambiental e arte. As cinco edições anteriores da festa literária reuniram quase 200 autores e contaram com 130 oficinas, 40 palestras e 12 apresentações teatrais.

Tags: evento, flipiri, literatura e viagem, livro, oficina, pirenópolis

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.