Jornal do Brasil

Quinta-feira, 31 de Julho de 2014

Cultura

Feira do Livro de Bogotá homenageia Vargas Llosa e Gabriel García Márquez

Agência Brasil

Foi inaugurada nesta terça-feira (29) a 27ª Feira do Livro de Bogotá, que reunirá mais de 200 escritores e tem como país convidado o Peru. Na feira, considerada a terceira maior da América Latina, serão homenageados os escritores Mario Vargas Llosa, peruano, Prêmio Nobel de Literatura em 2010; e, de maneira póstuma, o também vencedor do Nobel, o colombiano Gabriel García Márquez, falecido em 17 de abril último.

Os dois escritores – entre os maiores representantes da literatura latino-americana - nutriam uma comentada e reconhecida “inimizade”. Depois de terem sido amigos na juventude, afastaram-se por motivos pessoais e políticos. Márquez era reconhecidamente de esquerda e Llosa passou a adotar uma postura de direita com o passar dos anos.

Durante a Feira, Vargas Llosa encabeça uma delegação de 60 escritores, poetas, dramaturgos e jornalistas peruanos. Hoje, ele participou da inauguração do evento ao lado dos presidentes da Colômbia, Juan Manuel Santos, e do Peru, Ollanta Humala.

Na cerimônia de abertura, o presidente colombiano procurou ressaltar as qualidades de Vargas Llosa e, postumamente, de García Márquez. Sobre o peruano, Santos disse ser um grande admirador de Llosa, e disse reconhecê-lo com um “importante defensor da liberdade”.

"Hoje quero reconhecer publicamente minha admiração pela maior tarefa da vida de Llosa, que tem sido defender de todas as formas e em todos os lugares a liberdade”, destacou.

Ao falar de García Márquez, o presidente colombiano recordou palavras do escritor em seu ensaioManual para Ser Menino, no qual o escritor defende que o hábito deixa de ser tratado como obrigação.

“Por todo lado eu vejo profissionais escaldados por livros que foram obrigados a ler no colégio. Com este método de ensino, não só a televisão, como também os livros ruins, acabam com o hábito da leitura”, disse Santos.

Amanhã (30), o Nobel peruano participaeá de um colóquio com o escritor colombiano Juan Gabriel Vásquez. A Feira do Livro terá eventos simultâneos de teatro, música e atividades gastronômicas. No ano passado o país convidado foi Portugal, e o Brasil foi o convidado de honra na 25ª edição da Feira, em 2012.

Para a edição atual, os organizadores da feira esperam receber, até o dia 12 de maio, cerca de 500 mil visitantes. O país convidado terá um pavilhão com mais de 15 mil livros, de 60 editoras.

Com a morte recente de García Márquez, o Ministério da Cultura da Colômbia dedicou um estande exclusivo ao vencedor do Nobel de 1982, e também haverá leituras e conservatórios sobre sua obra, considerada a mais importante do chamado Realismo Fantástico e da realidade latino-americana.

A feira também terá um encontro Internacional de jornalismo, com o tema Jornalismo, Conflito e Memória, entre os dias 8 e 10 de maio.

Tags: bogotá, feira, garcía márquez, livro, Vargas Llosa

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.