Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Dezembro de 2014

Cultura

Autópsia de Peaches Geldolf não aponta causa da morte

Agência ANSA

O resultado da autópsia do corpo da apresentadora e modelo Peaches Geldof não explicou a morte da jovem de 25 anos. Segundo nota da polícia, o "laudo foi inconclusivo" e agora será necessário esperar o resultado dos exames toxicológicos, o que pode "durar semanas".    

Apesar de não saber a causa da morte de Peaches, que foi encontrada sem vida em sua casa na segunda-feira (7), a polícia investiga o caso como "não suspeito". A perícia também afastou a hipótese de suicídio, pelo fato de não terem sido encontrados bilhetes ou mensagens que apontassem que ela tenha tirado a própria vida. 

No Reino Unido, são levantadas muitas hipóteses, entre elas a de que a apresentadora estava muito "cansada" pela rotina e por ter duas crianças pequenas em casa. Segundo a Times, Peaches e o marido seguiam uma filosofia de que as crianças deveriam dormir com os pais até completarem um ano de vida, para formar melhor a capacidade emocional das crianças. Astala tem quase dois anos e Phaedra apenas 11 meses de vida.  

Outro ponto levantado pela imprensa britânica é a excessiva perda de peso de Peaches, que estaria se alimentando com uma dieta líquida. Ainda de acordo com as publicações, o emagrecimento poderia também ser resultado de uma dieta para controlar um problema na tireoide.    

Peaches era filha do músico Bob Geldof, famoso nos anos 1980, e da também apresentadora Paula Yates, que morreu aos 41 anos por overdose de cocaína.

Tags: bob geldof, causas, morte, paula yates, peaches geldolf

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.