Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Cultura

Lançamento do primeiro CD marca excelente fase do grupo Aruda

Jornal do Brasil

O grupo de samba Arruda completa nove anos fiel ao movimento de preservação do gênero e apresenta ao público, pela primeira vez, o show de seu primeiro disco, independente, homônimo, nesta quinta-feira (10/4), às 19h30, no Teatro  Rival Petrobrás.

“Estamos vivendo um momento incrível. Um marco para a banda – não somente por se tratar de um primeiro disco, mas por expandir a vontade do grupo em ampliar o alcance do nosso trabalho e, principalmente, levar o samba adiante.”, comemora o produtor e integrante Gustavo Carvalho.

No show de lançamento, o grupo mostra o repertório do novo trabalho, ora de uma roda de samba, com a música de trabalho ´Arriba Saia´ (Nego Josy, Armandinho do Cavaco e Jorgynho Chinna), um samba de roda que não deixa ninguém parado, ou com a ´Batucada do Arruda´ (Jorgynho Chinna, Baby Mariano e Lobo Junior); ora numa atmosfera romântica com ´Nas mãos do Tempo´, de André da Matta, compositor de Mossoró que empresta a beleza de sua linha melódica ao disco.  ´Laço da Paixão´, dos craques Toninho Geraes e Paulinho Rezende, e  ´Bem te vi´, de Claudinho Guimarães, verdadeiros hit makers do samba, que têm sucessos na voz de Zeca, estão garantidas.

Grupo Arruda sobe ao palco do Rival para lançar o seu primeiro álbum 
Grupo Arruda sobe ao palco do Rival para lançar o seu primeiro álbum 

Única regravação do disco, ´Corrente do Samba´, de Althay Veloso e Paulo Cesar Feital, já foi gravada na voz de ninguém menos que Leni Andrade, e sua primeira estrofe sintetiza bem o que o show representa para o grupo: "quem vem, faz favor de se anunciar". Também estão no setlist dois clássicos sempre presentes nas rodas de samba do grupo: ´Mon Amour ´(Fred Tavares e Sara Benchimol) e ´Guerreiros do Bem´ (Armandinho do Cavaco, Nego Josy e Marcio Braz).

Além de apresentar as músicas do seu primeiro CD, MPB em ritmo de batucada e clássicos do samba sempre fazem parte da respeitada escolha de repertório do grupo, marca registrada do Arruda, que faz um passeio pelas vertentes musicais brasileiras, como o samba rock e o sambalanço de Bebeto, Simonal e Jorge Ben, além do xote irresistível de Luiz Gonzaga. ´Sorriso aberto´ e ´Samba Guerreiro´, da eterna Jovelina, ´É...´, de Gonzaguinha, além de uma homenagem ao querido e saudoso Denny de Lima, num pot porri de partido alto no melhor estilo batucada do Arruda!

A descontração e empolgação nas apresentações do Arruda, formado por Gustavo Palmito (repique de mão e complementos), Fabão Araújo (surdo), Fabio Bubba (percussão geral), Marcelinho (tan-tan), Popó (percussão geral), Vitor Budoia (violão), Armandinho do Cavaco (cavaquinho), Nego Josy (voz e pandeiro) e Maria Menezes (voz), são a fórmula do sucesso deste conceituado grupo carioca. "O Arruda é samba de raiz de muita qualidade. São músicos talentosos, com repertório excelente e roteiro impecável. Gosto muito. É a receita de sucesso. Gosto disso.", exalta o coreógrafo Carlinhos de Jesus.

SERVIÇO: ARRUDA

Teatro Rival PetrobrasDia 10 de abril, quinta-feira, às 19h30Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia – Tel: 2240-4469

Preço:Setor A / Setor B / Mezanino R$ 60 (Inteira)R$ 40(Promoção para os 200 primeiros pagantes)R$ 30 (Meia para estudante, idoso, professor da rede municipal)

Classificação: 16 anos

Tags: clássicos, grupo, músicas, rival, samba, teatro

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.