Jornal do Brasil

Terça-feira, 30 de Setembro de 2014

Cultura

Aliança Francesa celebra centenário de Marguerite Duras

Jornal do Brasil

A Aliança Francesa comemora o centenário de Marguerite Duras com a realização de uma conferência e exibição de longas-metragens. Marguerite Duras é considerada uma das maiores autoras francesas do século XX. As celebrações começam no dia em quem a autora nasceu, 4 de abril, com uma palestra ministrada por José Carlos Monteiro sobre a  importância da obra da escritora e sua contextualização histórica, seguida da exibição do filme “Hiroshima, meu amor”, de Alain Resnais. Pela obra, Duras recebeu a indicação ao Oscar de Melhor Roteiro em 1961. Ao todo serão exibidos gratuitamente na Aliança Francesa de Botafogo seis filmes, entre eles dois documentários e quatro longas de ficção que fazem parte da obra cinematográfica de Duras, nos dias 4, 8, 9,10 e 11 de abril às 19h.

Na terça-feira, dia 8, haverá a exibição de dois documentários do diretor francês Benoit Jacquot: “A Morte do Jovem Aviador Inglês” e “Escrever”, que mostram o debate de Marguerite Duras com Benoît Jacquot sobre a relação com o processo de escrita, a solidão e a casa onde ela escreveu “O Vice-Cônsul” e “O Arrebatamento de Lol V. Stein”.

“O Amante”, de Jean-jacques Annaud, baseado no romance escrito por Marguerite Duras em 1984 poderá ser visto na quarta-feira, dia 9. Fechando a semana de comemorações, dias 10 e 11, a Aliança Francesa exibe “India Song” e “Nathalie Granger”, dois filmes escritos e dirigidos por ela e que antecipam algumas questões que serão trabalhadas de forma sistemática por seu cinema nos anos seguintes.

Autora de muitos romances e novelas, peças de teatro e roteiro de filmes. Marguerite Duras é um dos grandes nomes do movimento chamado nouveau roman (novo romance). Entre algumas de suas obras literárias estão “uma barragem contra o Pacifico”, “O Amante”, “O Vice-cônsul”, “O amante da China do Norte” e “O arrebatamento de Lol V. Stein”. Conhecida também como a roteirista do filme "Hiroshima, meu amor", dirigido por Alain Resnais, foi também diretora de filmes como "India Song" e “Nathalie Granger”. Morreu aos 82 anos de idade.

 

Programação:

4 de abril – sexta-feira – às 19h.

19h - Conferencia sobre a obra de Marguerite Duras com o professor José Carlos Monteiro 

20h – “Hiroshima, meu amor” (1959)

Direção: Alain Resnais.

Elenco principal: Emmanuelle Riva, Eiji Okada, Stella Dassas, Pierre Barbaud,

Bernard Fresson

Duração: 90 minutos

 

8 de abril - terça-feira – às 19h.

Escrever (1993)

Direção: Benoit Jacquot

Duração: 45 min

A morte do jovem aviador inglês (1993)

Direção: Benoit Jacquot

Duração: 36 min / Duração total: 81 minutos

 

9 de abril - quarta-feira - às 19h.

“O Amante” (1992)

Direção: Jean-Jacques Annaud

Elenco principal: Jane March, Tony Leung

Duração: 115 minutos

 

10 de abril - quinta-feira – às 19h

India Song (1975)

Direção: Marguerite Duras

Elenco principal: Delphine Seyrig, Michael Lonsdale, Mathieu Carrière

Duração: 115 minutos

 

11 de abril sexta-feira – às 19h.

Nathalie Granger (1972)

Direção: Marguerite Duras

Elenco principal: Lucia Bosé, Jeanne Moreau, Gérard Depardieu

Duração: 83 minutos

 

Serviço:

Homenagem à Marguerite Duras

Aliança Francesa Botafogo - Rua Muniz Barreto, 746

Entrada: Franca

Vagas: 60 lugares (Ordem de chegada)

Mais informações: www.rioaliancafrancesa.com.br

 

Tags: exibição, filmes, francesa, homenagens, Rio

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.