Jornal do Brasil

Sexta-feira, 1 de Agosto de 2014

Cultura

Mostra do Filme Livre exibirá último filme do cineasta Ricardo Miranda

Agência Brasil

O  montador e diretor de cinema Ricardo Miranda, falecido no último dia 28 de março, será homenageado na próxima quinta-feira (3), às 19h, na Mostra do Filme Livre (MFL), no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), com a exibição de seu longa-metragem Paixão e Virtude. Última realização do cineasta, o filme, ainda inédito no Rio de Janeiro, estreou em janeiro passado, no Festival de Tiradentes (MG).

Baseado no conto Passion et vertu, do escritor francês Gustave Flaubert (1821-1880), o filme narra o relacionamento intenso de uma aristocrata de meia idade, Mazza, com um químico, Ernesto. O elenco é integrado pelos atores Rose Abdallah, Paulo Azevedo e Barbara Vida, com participação especial da atriz Helena Ignez.

Nascido em Niterói (RJ), em 1950, Ricardo Miranda começou no cinema em 1968, montando e dirigindo curta-metragens. Entre outros filmes, assinou as montagens do último filme de Glauber Rocha, A Idade da Terra (1978), de Anchieta, José do Brasil (1978), de Paulo César Saraceni, e de O Segredo da Múmia (1980), de Ivan Cardoso. Além de Paixão e Virtude, foi diretor de outros dez filmes, entre eles o longa Djalioh, premiado na MFL de 2012.

Também professor da Escola de Cinema Darcy Ribeiro, Miranda era desde 2008 gerente de interprogramas da TV Brasil. O cineasta morreu de um infarto fulminante e foi sepultado no dia seguinte (29), no Cemitério São João Batista, em Botafogo, zona sul do Rio.

A MFL, que está em sua 13ª edição, foi aberta no dia 12 de março e termina na próxima sexta-feira (4). Integram a programação da mostra 198 filmes, de todos os gêneros e formatos, em sua maior parte produzidos sem apoio estatal.

 

 

Tags: cine, edição, filme, livre, mostra

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.