Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Dezembro de 2014

Cultura

Marchinhas marcam início do carnaval de Salvador

Agência Brasil

Já é carnaval em Salvador. A folia na capital baiana começou nessa quarta-feira (26) à moda antiga, com as tradicionais marchinhas, tocadas pela Orquestra Sinfônica da Bahia, uma das novidades da festa deste ano. No repertório, canções conhecidas de compositores como Noel Rosa, Braguinha e Alberto Ribeiro, que animaram o público de todas as idades, em especial os mais velhos, que puderam recordar os carnavais passados.

O empresário Oswaldo Batista, 72 anos, mora em Rui Barbosa, no interior da Bahia, e há mais de 30 anos vem a Salvador pular o carnaval. Desta vez, achou a folia ainda mais especial." Eu adoro as marchinhas. É uma oportunidade para a velha guarda comemorar”, disse. A pedagoga Luciene Serafim também aprovou a novidade. "Eu achei maravilhoso. Estão renovando os carnavais antigos de quando eu era criança".

Foliões jovens e até as crianças também aproveitaram o início do carnaval. E as famílias pularam juntas. Muitos pais trouxeram os pequenos para acompanhar os desfiles das fanfarras. O gerente de Tecnologia da Informação Flávio Silva levou o filho Pedro, de apenas 3 anos, para a abertura. “No primeiro dia não tem trio, é mais tranquilo. Dá para a gente se divertir bem. Ele vai virar um folião”. O comerciante Ilson dos Santos estava com a filha Luana, de 5 anos. “Ela sempre frequentou o carnaval desde a barriga da mãe. Eu a levo a todos os dias de folia, acho seguro”, explicou.

A noite foi marcada pela mistura de ritmos. Instrumentos da música clássica se uniram à percussão do grupo inglês Stomp e do projeto Quabales – formado por meninos da periferia de Salvador. O fundador do Quabales e  percursionista do Stomp, Marivaldo dos Santos, conta que foi a realização de um sonho ver os jovens do bairro Nordeste de Amaralina tocando no palco principal. “É muita emoção participar da abertura oficial do carnaval e dividir o palco com grandes grupos como o Olodum, que é nossa referência. Além disso, vimos o casamento da percussão com a harmonia da orquestra. Foi sensacional”.

Depois, foi a vez de os tambores do Olodum tocarem junto com a orquestra. Para encerrar o show, a cantora Baby do Brasil subiu ao palco e empolgou os foliões com sucessos como Brasileirinho, acompanhada do Olodum. Uma queima de fogos anunciou a chegada do carnaval.

Depois do show de abertura, no palco montado no Farol da Barra, 30 bandas de fanfarra desfilaram na avenida. A atração, que faz parte do Circuito Sérgio Bezerra, fechou a primeira noite do carnaval, que espera mais de 600 mil turistas até a Quarta-Feira de Cinzas (5).

Tags: Bahia, bloco, Carnaval, folia, Salvador

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.