Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Cultura

Suposta amante de Hollande é indicada ao César

Agência ANSA

 A atriz francesa Julie Gayet e suposta amante do presidente da França Francois Hollande, foi indicada como melhor atriz coadjuvante pela sua atuação no filme "Quai d"Orsay" de Bertand Tavernier ao prêmio César, o Oscar francês.

    O anuncio foi realizado pela Academia do César.

    No filme, baseado no HQ de Abel Lanzac com o mesmo título, a Gayet, de 41 anos, interpreta um dos membros do escritório do ministro das Relações Exteriores, interpretado por Thierry Lhermitte.

    O filme italiano "A Grande Beleza", do cineasta Paolo Sorrentino foi indicado ao prêmio de melhor filme estrangeiro no César.

    Junto com o filme italiano foram indicados o belga "Alabama Monroe" de Feliz Van Groeningen, o espanhol "Blancanieves" de Pabo Berger, o norte-americano "Blue Jasmine" de Woody Allen, o belga "Dead man talking" de Patrick Ridremont, o norte-americano "Django Livre" de Quentin Tarantino e o também norte-americano "Gravidade" de Alfonso Cuarón.

    "A Grande Beleza" foi indicado também ao Oscar de melhor filme estrangeiro nos Estados Unidos.

    A cerimônia de premiação acontece em 28 de fevereiro no Théatre Du Chatelet em Paris.(ANSA)

Tags: amante, atriz, França, hollande, presidente

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.