Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Cultura

Diretor James Cameron é inocentado de plagiar roteiro de 'Avatar'

Portal Terra

Depois de ver seu último blockbuster, Avatar, faturar quase US$ 3 bilhões pelo mundo em 2009 - o que até hoje o mantém no topo da lista dos longas-metragens mais bem-sucedidos da história do cinema -, James Cameron foi incluído em um processo que prometia manchar sua imagem de cineasta. Mas, ao menos na Justiça norte-americana, não há mais chance de isso ocorrer. As informações são do site TMZ.

É que o diretor foi inocentado de um processo bilionário, movido pelo escritor de ficção científica Bryant Moore, segundo o qual Cameron teria plagiado uma criação sua para fazer o filme. O processo, em que eram pedidos US$ 2,5 bilhões em indenização, acabou fechado pela Justiça, que afirmou ter constatado diferenças palpáveis entre as histórias, cujas similaridades seriam apenas o fato de ambas serem ficções científicas com um romance como pano de fundo. 

Ao menos em números, Cameron pode ser considerado o mais bem-sucedido dos cineastas. Seus dois longas mais famosos, Titanic e Avatar, lideram isolados a lista dos filmes que mais faturaram na história da sétima arte - respectivamente, US$ 2,186 bilhões e US$ 2,782 bilhões. O terceiro colocado, Os Vingadores, vem bem atrás, com "apenas" US$ 1,518 bilhão. 

Tags: Avatar, cinema, diretor, plagio, sentença

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.