Jornal do Brasil

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Cultura

Alice Caymmi apresenta “Dorivália" em homenagem ao centenário do avô Dorival

Jornal do Brasil

Alice Caymmi vai dar o pontapé inicial nas comemorações do centenário de Dorival Caymmi, em 2014.  A cantora apresenta, dias 17 de janeiro e 7 de fevereiro, às sextas,  o show “Dorivália”, com músicas do avô, em ritmo de axé, no Studio RJ, em Ipanema, Rio de Janeiro.  Ela conta, nos dois dias, com a participação especial do pai, Danilo Caymmi.

A ideia surgiu “quase sem querer”, numa homenagem ao avô, na Bahia, no começo de 2013.  De lá pra cá, Alice começou a pensar no repertório do show, até surgir o nome “Dorivália”, um misto de Dorival com Tropicália, gênero musical que o compositor influenciou. “Quero fazer um show com as músicas do meu avô em ritmo de axé, pois ele valorizava a cultura baiana. Vamos pegar várias canções dele e criar arranjos mais atuais, com uma pegada jovem”, aposta a cantora.

Alice se apresenta em homenagem ao avô Dorival Caymmi
Alice se apresenta em homenagem ao avô Dorival Caymmi

Durante uma hora e meia, o espetáculo apresenta clássicos de Dorival Caymmi, com novos arranjos feitos por Alice e pela banda que a acompanha, formada por  Gabriel Mayall (guitarra), Gustavo Benjão (baixo), Marcelo Callado (bateria) – que toca com Caetano Veloso –, e Thomas Harres (bateria/percussão), do grupo Lettuce.  Destaque para as músicas “365 Igrejas”, “Preta do acarajé”, “Saudade da Bahia”, “Acalanto”, “Gabriela” e “O vento”, entre outras.  Há espaço também para “Maracangalha”, “o mar” e “Minha jangada” – transformada em samba reggae –, que não podem faltar em um show em homenagem ao compositor baiano.

Dorival Caymmi, que faleceu em 2008, aos 94 anos, só foi homenageado vez pelo carnaval carioca, como enredo da escola de samba Mangueira, em 1986. Agora, quase 30 anos depois, volta a ocupar espaço na agenda momesca da cidade que escolheu para viver, no balanço de sua neta Alice, que pretende seguir em turnê com o espetáculo por várias cidades brasileiras.

Sobre Alice Caymmi

A cantora e compositora Alice Caymmi nasceu no dia 17 de março de 1990, no Rio de Janeiro. Neta de Dorival Caymmi, a musicista compõe desde os dez anos e começou a cantar pra valer aos 12, em participações especiais nos shows de sua tia Nana Caymmi e no trio elétrico da cantora Margareth Menezes, além dos espetáculos de seu pai, o músico, compositor e instrumentista Danilo Caymmi.

Atualmente, a cantora integra a geração carioca de novos (artistas, levando na bagagem influências da família Caymmi e na vertente da moderna MPB, tentando não ficar presa a um só estilo, seja ele bossa nova, samba, jazz ou rock. Com voz de timbre raro, que remete ao de sua tia, Alice interpreta letras românticas e densas de um vasto repertório, que inclui canções de sua própria autoria.

Sua música “Diamante Rubi” foi gravada por Nana Caymmi em seu último disco, Sem Poupar Coração. Com atia, Alice cantou para duas mil pessoas no Vivo Rio, em março de 2012. Além desta, outras experiências marcantes da intérprete de 23 anos no palco foram o encerramento dos Jogos Panamericanos de 2007, ao apagar a pira olímpica; e a participação no programa “Som Brasil Dorival Caymmi”em 2008, interpretando “Nem Eu” e “Sábado em Copacabana”. O primeiro CD, “Alice Caymmi”, foi lançado em 2012, pelo selo Kuarup (distribuição Sony Music), com repertório quase exclusivamente autoral.  No mesmo ano, a cantora foi indicada ao Prêmio da Música Brasileira, na categoria Revelação. Desde então, a cantora segue fazendo shows pelo Brasil.

SERVIÇO:  DORIVÁLIA - COM ALICE CAYMMI E BANDA

DATA: 17/01 e 14/02  (sexta-feira)

HORÁRIO:  22H (abertura da casa às 21h)

LOCAL: Studio RJ. Av. Vieira Souto 110 – 1o andar – Ipanema – Rio de Janeiro. Telefone: (21) 2523-1204

Classificação: 18 anos

Ingresso:  R$50 e R$25 (meia entrada)

Lista Amiga: R$25 (mediante doação de 1kg de alimento não perecível)

Tags: caymmi, centenário, homenagem, ipanema, show

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.