Jornal do Brasil

Domingo, 28 de Dezembro de 2014

Cultura

Baianas do Carnaval de SP realizam ritual em obra de Niemeyer

Portal Terra

Como ocorre há anos no Memorial da América Latina, a escultura A Mão, obra do arquiteto Oscar Niemeyer que figura entre as mais conhecidas do espaço, recebeu uma boa lavagem de representantes da ala das baianas da escola de samba Camisa Verde e Branco, parte do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo, na tarde desta quarta-feira (15).

A limpeza faz parte de um ritual que já se tornou parte do calendário anual das atividades do Memorial, no qual as Baianas replicam a tradicional cerimônia das escadarias da Igreja do Senhor do Bonfim, em Salvador. Assim, elas fizeram um ritual de purificação, cantando e espirrando água de cheiro ao redor da escultura. Depois da finalização do gesto, foi formado um cortejo no qual sambistas da agremiação caminham até a fachada do auditório Simón Bolívar.

O espaço recebeu uma homenagem em memória ao incêndio ocorrido por ali no ano passado e lembram que foi lá onde nasceu o samba paulistano, ainda no início do século XX. 

Tags: Arte, cultura, ESPAÇO, memorial, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.