Jornal do Brasil

Terça-feira, 29 de Julho de 2014

Cultura

Filho critica tributo a Woody Allen e lembra acusação de abuso a menina

Portal Terra

O Globo de Ouro, que aconteceu na noite de domingo (12), em Los Angeles, teve como grande homenageado da noite Woody Allen. Ausente na cerimônia, ele foi representado por Diane Keaton, estrela de vários filmes do diretor, e que recebeu o prêmio em seu nome.

Mas a ausência de Allen não foi o que chamou a atenção da noite. No Twitter, sua ex-mulher, Mia Farrow, e o filho, Ronan, ironizaram a homenagem feita a ele. "Perdi o tributo a Woody Allen – eles colocaram a parte em que uma mulher afirma publicamente ter sido molestada por ele, aos 7 anos, antes ou depois de 'Noivo Neurótico, Noiva Nervosa'?", escreveu o rapaz em seu Twitter.

Já Mia não entrou em detalhes em seu post. "Hora de pegar um pouco de sorvete e mudar de canal para #GIRLS", escreveu ela em sua rede social no momento em que o prêmio do diretor seria entregue.

O fim da união de 12 anos de Allen e Mia aconteceu em 1992, quando a atriz descobriu o caso que o diretor tinha com Soon-Yi, na época com 17 anos e filha adotiva do casal. Após se separar, ele assumiu seu romance, que dura até hoje.

No ano passado, Woody Allen também foi acusado de ter abusado sexualmente de Dylan, filha adotiva dele também com Mia, quando ela tinha 7 anos.

Tags: abuso, cineasta, família, globo, Ouro

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.