Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Cultura

Festa Bailinho volta ao jardins do MAM após hiato de quase um ano

A temporada acontecerá sempre aos domingos, a partir das 19h

Jornal do Brasil

A festa Bailinho volta à agenda do Rio de Janeiro depois de um hiato de quase um ano. E a primeira edição do retorno acontece nesse domingo (5), nos jardins do Museu de Arte Moderna (MAM), no Flamengo. Essa será a temporada mais longa do Bailinho na cidade, contanto com oito edições até fevereiro, sempre no museu e aos domingos.

Bailinho tem Rodrigo Penna como DJ residente e o clima é feito ao som de Justin Timberlake, Hot Chip, Etta James, Leci Brandão entre outras misturas. A novidade dessa temporada é a pista secundária que será palco do Chuveiro in Concert. O projeto é como um karaokê ao vivo e quem estiver curtindo o Bailinho pode escolher músicas para cantar com a banda. A festa começa às 19h e os ingressos custam de R$ 80 a R$ 240.

E por falar em MAM, o museu está com quatro exposições ao longo de janeiro. “Confrontos”, de Frida Baranek, expõe uma série de esculturas feitas ao longo da carreira da artista desde 1984. Já “Pintar a China Agora”, de Ondrej Brody e Kristofer Paetau, lida com temas como a perseguição política e tortura através de pinturas da dupla checo-finlandesa.

O MAM traz também a exposição que ficou famosa no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque (MoMA), a “Expo 1: Rio”, adaptada para o Rio de Janeiro. Fechando a lista de exposições do MAM, o visitante poderá conhecer a obra de Antonio Manuel, que mistura instalações e pinturas.

Tags: Arte, bailinho, exposição, festa, museu

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.