Jornal do Brasil

Sexta-feira, 18 de Abril de 2014

Cultura

Grupo Giramundo traz 'Alice no País das Maravilhas' ao Teatro Bradesco

Jornal do Brasil

Alice no País das Maravilhas, espetáculo do mineiro Giramundo – um dos mais antigos grupos brasileiros dedicados ao teatro de bonecos – usa a técnica para levar a história de Lewis Carroll, publicada em 1865, além de suas fronteiras usando animação, música ao vivo, dança tipografia e cinema.  Este espetáculo, com classificação livre, que traz a aventura da menina Alice em um mundo mágico após cair na toca do coelho branco, chega ao Teatro Bradesco para curta temporada ( de 19 a 22 de dezembro).

Pioneiro pela iniciativa de criação dos bonecos digitais de manipulação em tempo real por motion-capture, – tecnologia já utilizada internacionalmente no cinema, TV e artes plásticas, mas só agora empregada no teatro de bonecos brasileiro – “Alice leva o espectador a um mundo hipnótico e sintético de imagens e sons, gerando uma sensação de encantamento e sonho, superando a condição de campo infantil para ganhar formas e temas adultos, dialogando com questões formais, estéticas e políticas complexas, que irão encantar pais e filhos. 

Esta versão ao vivo do clássico fundamental da literatura infantil traz como novidade a forte relação com a música pop, expressa no trabalho de John Ulhoa, o produtor musical, e na trilha sonora na voz de Fernanda Takai, no papel de Alice, e Arnaldo Batista, como o Chapeleiro Louco, numa união inusitada e explosiva. As músicas têm letras extraídas do texto do autor, interpretado através do rock, muitas vezes cantadas em inglês, no original.

“Alice” ao vivo mostra a relação entre os músicos da banda, na execução da trilha sonora, os marionetistas e o ator, atuando também ao vivo, e o vídeo e sonoplastia, todos lincados à música. Nesta harmonia entre setores e mídias tão diversos e em tempo real reside a força desta versão.

Alice foi originalmente produzida para adultos, mas teve suas plateias invadidas por crianças, que demonstraram grande interesse pelas cenas, talvez por sua proximidade visual com o cinema, animação e computação gráfica.

O Grupo Giramundo já está na estrada há 40 anos. Fundado em 1970 por três artistas plásticos da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de MG – Álvaro Apocalypse, Terezinha Veloso e Maria do Carmo Vivacqua Martins (Madu) –, dedicou-se, ao longo de sua atuação, à pesquisa, preservação e produção do Teatro de Bonecos em suas variadas formas, criando o Museu e Escola e o Teatro Giramundo. Considerado mais como um centro de pesquisa e de criação do que um grupo convencional de teatro acumulou, como resultado da trajetória, uma grande coleção de marionetes com 1400 bonecos.

Para comemorar seus 40 anos na produção de teatro de bonecos, o grupo criou esta montagem de "Alice no País das Maravilhas". O espetáculo completa a trilogia “Mundo Moderno”, composta por “Pinocchio”, de Carlo Collodi, e “Vinte Mil Léguas Submarinas”, de Julio Verne, já montados. Os três clássicos têm em comum a origem no século XIX e uma índole visionária, servindo de suporte para a reflexão sobre as condições do mundo moderno.

Ficha Técnica

Texto original: Lewis Carroll

Direção e adaptação roteiro: Marcos Malafaia

Msica original: John Ulhoa

Direção Musical: Marcos Malafaia

Alice:  Fernanda Takai

Carroll: Beto Militani

Chapeleiro louco: Arnaldo Baptista

Direção de cena:  Beatriz Apocalypse

Cenografia: Marcos Malafaia e Daniel Bowie

Luz:  Ricardo da Mata

Design de bonecos: Sandra Bianchi e Beatriz Apocalypse

Figurino atores: Maria do Céu e Beatriz Apocalypse

Figurino bonecos: Maria do Céu e Weracy trindade

Animação: Ulisses Tavares

Produção: Patrícia Albuquerque e Ricardo Malafaia

Serviço:

EspetáculoAlice no País das Maravilhas – Grupo Giramundo

Local: Teatro Bradesco (Av. das Américas, 3.900 - Shopping VillageMall - Barra da Tijuca – 3252-2750)

Temporada: de 19 a 22 de dezembro de 2013 – quinta a domingo

Horários: quinta e sexta-feira: às 19h

sábado e domingo: às 15h

Tags: alice, Arte, cultura, lazer, teatro

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.