Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Cultura

Performance sensual e Cauã Reymond marcam dia de grandes estilistas 

Portal Terra

O quinto dia de desfiles do SPFW, nesta sexta-feira (15), reuniu coleções de estilistas consagrados como Reinaldo Lourenço, Gloria Coelho e Alexandre Hechcovitch, que teve sua passarela estrelada pelo ator Cauã Reymond. Porém, o grande destaque do dia ficou por conta de um exuberante e surpreendente desfile de Lino Villaventura, que trouxe modelos fazendo uma performance sensual na passarela.

O dia começou com Reinaldo Lourenço que, mantendo a tradição de outras temporadas, desfilou sua coleção na Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP). Se a última coleção desenvolvida pelo estilista era sóbria e sisuda, a coleção desenhada para o verão 2013 trouxe um estilo descontraído. Inspirado no estilo navy, a cartela de cores contou com rosa neon, tons de marrom, branco, azul, turquesa, magenta, creme, laranja e amarelo. As estampas lembravam barcos de alta velocidade e veleiros. Cintura marcada, corte ovalado e shape solto marcaram as peças. Apesar do sport wear ter sido chave na coleção, a alta-costura dos anos 60 também foi lembrada. A transparência apareceu com tecido tipo segunda pele que seguia pelo colo e pelos ombros das tops.

Já na Bienal, a segunda grife a desfilar neste quinto dia de SPFW foi a R. Rosner. Inspirado na Hungria do século XIX, o estilista, que fez sua segunda participação no evento de moda, levou à passarela um mix de nobreza moderna, lady like e glamour. Para a coleção de verão 2013, ele escolheu modelos leves, fluidos, transparentes e cheios de detalhes, em branco, o preto e o azul. As franjas de cristais se destacaram em quase todos os looks, arrematando saias, cinturas e até em peças inteiras. Organza, zebeline bordado, renda e transparência deram à coleção uma aparência leve. Peças mais ajustadas eram cominadas com blusas mais soltas.

Gloria Coelho foi a terceira grife do dia e levou à passarela do SPFW uma coleção com referências a 2035 e ao sistema binário. A grife seguiu o estilo minimalista com peças tecnológicas, holográficas em calças, saias, blusas e também meias-calças. Na cartela de cores apareceram o bege, cinza, preto, fúcsia, rosa, vermelho, caqui, laranja, marrom e azul. O tafetá furta-cor e o cetim deram um leve brilho às peças sem aplicações e outras ganharam mais glamour com bordados de cristais e faixas de metais na cintura ou como gola.

Estampas binárias davam a impressão de segunda pele ou nudez. O corte seguiu a linha reta e shape solto, mas os cintos acinturaram algumas combinações de saia e blusa e vestidos. As capas e os mini-pelerines com aspectos plastificados deram ao mesmo tempo o toque feminino e futurista para a coleção. Os shortinhos curtos também apareceram de forma bastante delicada, seguindo tendência transparente.

A sala do desfile de Alexandre Herchcovitch ficou tomada por jornais, datados de 1941. Inspirado pelo ataque de Pearl Harbor, Herchcovitch trouxe estampas de caveiras, caravelas, sereias, peixes, aviões e rosa dos ventos em trajes completos. A cartela de cores variou entre verde, azul cobalto, coral, vinho, branco e amarelo pastel. Blazers, calças cropped, shorts e bermudas combinadas com lycra de shapes ajustados e corte retos foram dominantes na coleção. Outros destaques foram as fardas - com corte mullet - e macacões tipo militar cáqui, verde musgo ou totalmente camufladas. Os brasões em broches e os ombros estruturados caracterizaram ainda mais esses trajes militares. O desfile foi finalizado pelo ator global Cauã Reymond, destaque na novela Avenida Brasil.

O penúltimo desfile da noite foi de um estreante. Vitorino Campos veio a São Paulo mostrar uma mulher naturalmente bem vestida, de forma clássica e simples. Na sua linha de verão, as peças aparecem de formas retas e com silhuetas bastante alongadas. A coleção cheia de peças monocromáticas não avançou além do preto, branco e salmão. Looks com inspiração nos anos 50 ganharam vida com peças de saias mais armadas e rodadas, muito românticas. Blusas com transparência leitosa e aplicação de tecido na região dos seios deixaram as modelos sensuais e delicadas. Mesmo sendo uma coleção bastante clássica, a calça comprida de alfaiataria apareceu combinada com o mesmo tipo de blusas que formavam conjuntos com saias.

Performático desfile de Lino Villaventura e o ator Cauã Reymond na passarela 
Performático desfile de Lino Villaventura e o ator Cauã Reymond na passarela 

A noite foi finalizada com o desfile de Lino Villaventura, que é conhecido por fazer desfiles "impactantes", como ele mesmo descreveu. As modelos atravessaram a passarela de forma sensual, rebolando e passando as mãos pelo corpo. Foram apresentados vestidos longos, cheios de transparências. Os vestidos deixavam à mostra seios, pernas, barriga e quase todas as outras partes do corpo. O mesmo aconteceu com algumas peças masculinas. Algumas modelos usaram máscaras bordadas com cristais, que davam ao desfile um ar ainda mais misterioso. As peças mais fluidas e leves também apareceram em seda, linho e organza, podem ser consideradas as protagonistas do desfile de Lino.

Famosos no SPFW 

O ator Cauã Reymond figurou pela Bienal, não para assistir, mas sim para desfilar pela Alexandre Herchcovitch masculina. Já Geisy Arruda, Rosana Jatobá, Bia Antony, Lu Alckmin e Costanza Pascolato também passaram pelos corredores do SPFW para conferir as tendências apresentadas pelos estilistas para o verão 2013.

Tags: ator, desfiles, Fashion Week, lino, moda, são paulo, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.