Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Cultura

Cauã Reymond volta ao horário nobre como jogador de futebol 

Portal TerraAna Paula Doerzapff

A paixão de Cauã Reymond pelo esporte deixou de ser apenas um "hobby" para se tornar parte do seu trabalho. O ator, que já praticou de jiu-jítsu a yoga e dedica alguns fins de semana ao surfe, treinou muito para interpretar o ciclista Danilo em Passione, de 2010. Depois de se familiarizar com a bicicleta, chegou a vez de Cauã ganhar intimidade com a bola e os gramados. Em Avenida Brasil, nova novela das nove da Globo, ele dá vida ao jogador de futebol Jorginho.

Apesar de ter tido algumas dificuldades no início da preparação para o personagem, a evolução de seu desempenho foi elogiada pelo diretor Ricardo Waddington, que chegou a brincar que Cauã não era mais um "perna de pau". "Eu estou melhorando muito. Às vezes até eu me surpreendo", valoriza o ator, que tem treinado semanalmente e garante que nenhuma de suas cenas terá dublê. De qualquer forma, uma característica importante de Jorginho é que ele não é um grande jogador. Nem mesmo razoável. "A posição dele é atacante que perde gol", diverte-se.

Para entender melhor o universo do futebol, Cauã está atento, há mais de quatro meses, a quase todos os jogos que passam na televisão. E foi assim que ele começou a reparar como eram os penteados dos jogadores. Depois de avaliar com a produção, ele optou por cortar o cabelo com as laterais bem curtas. O resto da caracterização inclui um cordão de ouro e uma tatuagem no braço.

O ator também conversou com vários jogadores para saber sobre suas rotinas e recebeu algumas dicas, como escutar determinadas rádios e músicas do compositor Arlindo Cruz e do grupo Exaltasamba. "Não tem um jogador que sirva como paralelo direto ao Jorginho. Eu não tentei imitar ninguém, o que eu fiz foi pegar o discurso de um e juntar com a forma de vestir ou trejeitos de outro", explica.

Na trama de João Emanuel Carneiro, Jorginho é filho adotivo do famoso jogador de futebol Tufão, encarnado por Murilo Benício. Ao longo dos anos, ele fez carreira no time carioca Flamengo e também jogou na seleção brasileira e na Europa. Jorginho, que sonha em ser como pai, sofre por ser apenas um jogador reserva de um time da segunda divisão, o fictício Divino Futebol Clube. Como se não bastasse, o rapaz teve uma infância triste. Abandonado aos 3 anos em um lixão, ele só foi adotado por Carminha, de Adriana Esteves, e Tufão aos 12 anos. "O Jorginho ainda vai de descobrir muitas coisas sobre o passado e a paternidade dele", adianta.

Nos primeiros capítulos, Jorginho vive no lixão e é interpretado pelo ator mirim Bernardo Simões. Lá, ele conhece Nina/Rita, vivida na primeira fase por Mel Maia e na segunda por Débora Falabella, que é o seu primeiro amor. Eles constroem suas vidas em lugares diferentes, mas no futuro irão se reencontrar. Enquanto isso, ele vive um romance com Débora, de Nathalia Dill. "A princípio, o Jorginho é um personagem lunar e tem uma carga emocional pesada. Mas, quando a Débora está por perto, ele fica mais solar e vai até para um lado mais cafajeste", analisa o ator, que comemora mais uma parceria com a atriz.

Em Cordel Encantado, Nathalia encarnava Dora, uma moça apaixonada pelo protagonista Jesuíno, de Cauã. "A gente está construindo uma relação dos personagens totalmente diferente da que construímos em Cordel. Mas ela reclama que está sempre correndo atrás de mim", conta aos risos.

A intenção do autor é que Nina/Rita e Jorginho sejam o casal central da história. O que depende da reação do público, afinal, a mocinha é uma mulher que sonha em se vingar da madrasta, a falsa Carminha. Caso haja uma rejeição da audiência pela protagonista inicial, João Emanuel Carneiro pode optar por investir no romance de Jorginho com Débora. "Acho que a história dele com a Nina é muito bonita. Mas o João pode mudar o rumo dos dois. Nunca se sabe", pondera o ator, que depois de já ter atuado três vezes no horário das nove, agora tem a responsabilidade de dar vida a um dos protagonistas de Avenida Brasil. "O Jorginho é um personagem muito interessante. Ele é muito perturbado para se restringir ao papel de mocinho romântico", defende.

Tags: ator, avenida brasil, entretenimento, gala, novela

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.