Jornal do Brasil

Domingo, 24 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Esportes - Copa do Mundo

Ibéricos duelam no primeiro clássico da Copa do Mundo

Jornal do Brasil

SÃO PETESBURGO - A Espanha de Iniesta apresenta um futebol vistoso e chegou à Rússia com status de uma das favoritas ao título maior do futebol mundial. Já Portugal, do craque Cristiano Ronaldo, é a atual campeã europeia. Como se não bastassem os méritos das duas seleções, Portugal e Espanha se alimentam de uma rivalidade histórica com ares de eternidade. Nada faltava para que a bola rolasse hoje em alto estilo, às 15h, em São Petesburgo, em partida válida pelo Grupo B. Mas um ingrediente surpresa temperou o clássico com fortes pitadas de incerteza: como a Fúria irá se portar em campo após a polêmica demissão do técnico Julen Lopetegui? 

Se, em tese, a Espanha teria um ligeiro favoritismo no clássico, Portugal possui grandes chances de tirar proveito dos dias turbulentos do rival. Um triunfo luso no clássico será um passo enorme rumo às oitavas de final. O time português precisa jogar coeso para fazer seu astro maior brilhar e guiar Portugal. 

Chamado às pressas para apagar o incêndio provocado pela demissão de Lopetegui, Fernando Hierro terá que motivar seus jogadores para que a equipe não sinta o baque dos últimos dias. 

>> Portugal x Espanha: Batalha de Tordesilhas

O novo treinador sinalizou que não mexe em time que está ganhando.  Ou seja, se o grupo estiver com o emocional em dia, veremos uma equipe com sua forte posse de bola característica de seus principais jogadores, como Busquets, Iniesta e Isco, para lidar com uma seleção portuguesa acostumada a contra-atacar. O único jogador com que Hierro não poderá contar é Dani Carvajal. 

Portugal: Rui Patricio; Cédric, Pepe, Bruno Alves e Guerreiro; William Carvalho, João Moutinho, João Mário e Bernardo Silva; Gonçalo Guedes e Cristiano Ronaldo. 

Espanha: De Gea, Fernandez, Sergio Ramos, Piqué e Jordi Alba; Tiago Alcântara, Iniesta, Koke e Isco; Iago Aspas e Diego Costa. 

Juiz: Gianluca Rocchi (Itália).

Um fantasma ronda a Fúria

A demissão do treinador Julen Lopetegui ainda rende muito assunto na seleção espanhola. Durante a coletiva de ontem, Sergio Ramos, capitão da Fúria, teve que responder muitas perguntas, quase todas, sobre o tema. Visivelmente incomodado, o jogador fez questão de destacar que a página está virada. 

Capitão da Espanha na Copa, Sergio Ramos tenta desarmar insistência dos repórteres

“Não cabe aos jogadores falar sobre isso. Jogadores se concentram no lado esportivo. Não sei se alguém cometeu um erro. Temos que deixar as opiniões pessoais de lado. Não perco um segundo com isso. Parece que estamos em uma casa funerária e amanhã (hoje) começamos uma Copa do Mundo”, lamentou.

 O camisa 15, que será capitão pela primeira vez em um torneio importante pela seleção, também comentou sobre o novo treinador. “Não foram momentos fáceis. Julen (Lopetegui) foi parte do nosso esforço e nos ajudou a classificar. Deixando de lado qualquer questão pessoal, a seleção é o mais importante e tem poucas pessoas mais qualificadas que o Fernando (Hierro) para esse lugar. Ele nos conhece há muito tempo. Espero que a gente continue sendo a mesma seleção”, comentou. 

Em Madrid, Lopetegui foi oficialmente apresentado em seu novo clube e admitiu estar numa gangorra emocional, porque se o dia de seu desligamento da seleção fora o mais triste de sua vida desde a morte da mãe. Em compensação, sua chegada para dirigir o Real era o mais feliz de todos.

Disputa pelo posto de azarão do grupo

Coadjuvantes absolutos do Grupo B, Irã e Marrocos disputam, hoje, às 12h, em São Petesburgo, uma espécie de preliminar de luxo para o clássico entre Portugal e Espanha. Se uma das duas seleções vencer, aumentará consideravelmente suas chances de avançar às Oitavas na Rússia caso uma das duas seleções ibéricas tropece ao longo da fase de grupos. Um feito inédito para ambas.

Marrocos: El Kajoui, Mendyl, Benatia, Saïss e  Hakimi; El Ahmadi, Belhanda, Boussoufa e Ziyech; Boutaïb e Amrabat. 

Irã:  Beiranvand; Rezaeian, Khanzadeh, Cheshimi e Mohammadi;  Ezatolahi, Shojaei e Karimi; Jahanbakhsh e Taremi. 

Juiz: Cuneyt Cakir (Turquia).



Tags: copa 2018, copa da russia, copa do mundo, espanha, grupo b, ira, marrocos, portugal

Compartilhe: