Jornal do Brasil

Terça-feira, 19 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Esportes - Copa do Mundo

Rússia passeia na abertura da Copa do Mundo e faz 5 a 0 na Arábia Saudita

Jornal do Brasil

Foi bem mais fácil do que se esperava. A Rússia superou rapidamente o nervosismo de abrir a Copa do Mundo como anfitriã e goleou sem dificuldade a Arábia Saudita, por 5 a 0. O gol de Gazinsky, logo aos 12 minutos, abriu o caminho. Mesmo sem apresentar um nível muito alto, o país-sede aproveitou a fragilidade do adversário, principalmente nas bolas aéreas, e construiu o resultado com total naturalidade. A seleção russa somou seus três primeiros pontos, e agora aguarda o complemento da primeira rodada do Grupo A, amanhã, quando Egito e Uruguai se enfrentam às 9h, em Ecaterimburgo. 

Azarão do grupo, o time da Arábia Saudita tentou imprimir, desde o início, um ritmo veloz a partir da troca de passes. Mas a diferença técnica entre as equipes logo começou a fazer a diferença. A primeira chegada russa com perigo foi aos sete minutos, quando o corte da defesa saudita impediu o gol de Samedov.  

Na capital Riyadh, torcedores árabes assistem pelo telão à reação do príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, ao lado do presidente da Fifa, Gianni Infantino (C), e a de Putin, após a goleada

Aos 11, Dzagoev recebeu de Zobnin na área e ganhou escanteio. Na sobra, Golovin tabelou com Zhirkov e colocou na cabeça de Gazinsky, que marcou o primeiro gol da Copa aos 11 minutos e 32 segundos. O zagueiro que estava marcando o volante russo caiu sozinho no lance e facilitou a conclusão. O segundo quase veio na sequência, mas Al-Muaiouf fez sua única defesa no primeiro tempo ao espalmar chute de Dzagoev que desviou em Osama Hawsawi.  

O meia Dzagoev, que vinha sendo um dos melhores em campo, protagonizou o primeiro drama do Mundial de 2018. Sozinho, ele sofreu uma distensão na coxa esquerda e precisou ser substituído por Cheryshev. Um dos únicos dois convocados da Rússia que não atuam no país, o meia do Villarreal fez um golaço para ampliar a vantagem, aos 43.  

O camisa 6 recebeu de Zobnin e, com um leve toque por cima, deixou os dois marcadores no chão antes de encher o pé e balançar a rede. Foi o primeiro reserva na história da Copa do Mundo a marcar um gol na partida de abertura. Mas ele deixaria de ser o único nessa condição na mesma partida. 

Confortável com o resultado parcial, a Rússia se deu ao luxo de administrar as idas ao ataque. A Arábia Saudita seguia tentando propor o jogo com base na troca de passes, mas esbarrava nas próprias limitações para criar chances reais. Na melhor oportunidade, aos 11, Al-Sahlawi não alcançou o cruzamento de Al-Burayk e a bola passou rente à trave de Akinfeev. 

Virou goleada aos 26, novamente em cruzamento preciso de Golovin. Dzyuba, que havia acabado de entrar, subiu sozinho para cabecear fora do alcance do goleiro. O jogo voltou a ficar movimentado após o terceiro gol e as substituições em ambas as seleções. Já nos acréscimos, a Rússia conseguiu uma ampliação do saldo que pode ser importante na definição da classificação para as oitavas de final. 

Aos 46, Cheryshev fez outro golaço. Golovin dominou com categoria após lançamento nas costas da zaga e ajeitou para o camisa 6, que acertou, de trivela, o ângulo esquerdo de Al-Maiouf. Ainda dava tempo para mais um. Golovin, um dos melhores na estreia, sofreu falta perto da área e ele mesmo cobrou por cima da barreira, no canto, para dar números finais à goleada russa. 

Rússia: Akinfeev, Mário Fernandes, Kutepov, Ignashevich e Zhirkov; Gazinsky, Zobnin, Samedov (Kuzyaev), Dzagoev (Cheryshev) e Golovin; Smolov (Dzyuba). 

Arábia Saudita: Al-Maiouf, Al-Burayk, Osama Hawsawi, Omar Hawsawi e Al-Shahrani; Otayf (Al-Muwallad), Al-Shehri (Bahbir), Al-Jassim, Al-Faraj e Al-Dawsari; Al-Sahlawi (Asiri). Juiz: Néstor Pitana (Argentina). Cartões amarelos: Golovin e Al-Jassim.

>> Copa do Mundo: veja a tabela do Grupo A



Tags: goleada, jogo, russa, vitória, árabes

Compartilhe: