Jornal do Brasil

Domingo, 22 de Abril de 2018 Fundado em 1891
Comunidade em pauta

Colunistas - Comunidade em pauta

Seguimos buscando caminhos

Jornal do Brasil Mônica Francisco

Escrever aos domingos, eu pensei, seria para brindar aos leitores e leitoras que nos celebrariam ao longo dessa jornada lendo os nossos artigos, leituras leves e solares, como devem ser os domingos, mesmos os cinzas ou chuvosos. Domingo é o dia em que deveríamos nos brindar com o que nos fizesse sorrir e nos evocasse sempre o melhor. 

Mas o contexto não nos dá trégua; mesmo assim tentamos de alguma forma buscar em meio ao  caos que nos rodeia, produzir ou dar visibilidade a ações que nos inspirem. E elas existem sim, graças aos céus!

Mas ultimamente precisamos nos dar conta e buscarmos entender o cenário que nos está proposto. E isso é tarefa sobe qua non para quem contribui com sociedade através dos meios de comunicação. 

Tenho chamado a atenção por aqui do que vem produzindo a ausência de uma real vontade política e ou institucional. As ruas da cidade são a nossa maior vitrine; podemos perceber todos os efeitos nocivos de gestões públicas que desdenham os menos abastados.

Estamos nos aproximando do verão e pelo que vimos com a escalada do Zika vírus, a epidemia de microcefalia e a vitimização direta dos(as) que tem menos recursos, aliado ao crescente desmonte da saúde, desde a insana atuação do governo federal, congelando gastos por 20 anos, ao suplício vivido nas unidades de saúde na cidade. 

As denúncias da população, as evidências mostradas diariamente e os resultados reais de toda essa situação, infelizmente não tem servido para sensibilizar os gestores da política. O Brasil real não causa nenhum sentimento ao Brasil oficial, que segue cuidando de seus próprios e nefastos interesses. 

Sentem nenhum constrangimento em aviltar a dignidade humanas no que diz respeito às leis sobre trabalho similar à escravidão. Debocham magistrados porque cientes estão de que nunca deixarão este mundo em decorrência de morte por exaustão, ao abastecer ininterruptamente um caminhão de cana-de-açúcar, sob um sol escaldante. 

Mas a despeito de tudo isso, seguimos daqui buscando caminhos e nos animando mutuamente. Embora os tempos andem nada fáceis e os retrocessos nos aproximem da idade média, a esperança e o esforço de cada um e cada uma de nós é fundamental. 

Bom domingo!

*Colunista, Consultora na ONG Asplande e Membro da Rede de Instituições do Borel 

Investimentos e Notícias


Tags: artigo, borel, comunidade, monica, pauta

Compartilhe: