Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Colunistas - Comunidade em pauta

Grupo de pagode “Decisão” leva alegria aos moradores da Rocinha

Jornal do BrasilDavison Coutinho

A produção cultural na transformação e inclusão de moradores de favela é um caminho muito valoroso e tem dado muitos frutos nas diversas comunidades de nossa cidade que são muito ricas na diversidade e na criatividade cultural. Como apresento no livro “Um Olhar Sobre a Produção Cultural na Rocinha” é um imenso prazer transitar na Rocinha e se deparar com pequenos grupos de artes plásticas, dança, teatro, poesia, música, entre outros, que através da cultura estão contribuindo para transformação social dos moradores.

Em meio aos diversos problemas sociais, são os grupos culturais que levam um pouco mais de alegria, diversão, lazer e autoestima para consolo do coração de tantas vidas que se deparam com as mais diversas barreiras em seu dia a dia em busca de um futuro melhor.

O grupo de pagode “Decisão” tem feito um trabalho incrível na comunidade, principalmente na localidade da “Roupa Suja”, uma das mais carentes da Rocinha, onde o grupo se apresenta todos os sábados e consegue reunir um grande número de moradores que aproveitam o pouco da folga para encontrar os amigos, escutar um bom samba e brindar a vida. É realmente, impressionante como que as pessoas conseguem, mesmo que por algumas horas, deixarem os problemas de lado e se encantarem com a emoção e alegria transmitida pelo grupo. 

'Decisão' faz a festa na Rocinha
'Decisão' faz a festa na Rocinha

“Apesar dos últimos episódios de violência que vem ocorrendo na nossa comunidade, estou muito grato e orgulhoso por estar tendo oportunidade em transmitir nosso som para o povo e poder, em primeiro lugar, contribuir com a parte boa e mostrar para sociedade que aqui dentro também tem cultura, e não, somente, violência. Estamos muitos felizes com o carinho dos moradores que vem abraçando nosso trabalho e curtindo nossos shows realizados na nossa casa “rocinha”, essa energia e vibração nos faz sonhar acordado. Nosso maior sonho é gravar um DVD e ter o privilégio de retribuir em dobro, tudo que esses moradores maravilhosos têm nos proporcionado nos últimos anos, os momentos especiais. “ revela Charlinho do Pandeiro, integrante do grupo. 

O grupo vem ganhando destaque e já é comum abrir show de grandes grupos (Balacobaco, Clareou, Cantor Belo...) no evento, organizado por moradores, “Rocinha Prime” na Escola de Samba Acadêmicos da Rocinha. O grupo conta com 5 integrantes e 2 músicos e todos são das diversas localidades da comunidade. Os integrantes são: Leonardo Esteves, Robson Domingos, Anderson, Charles Domingos e Bruno Domingos

“Além de orgulhoso me senti muito honrado quando recebi o convite, pelo Charles, um dos integrantes do Grupo, para fazer parte da Banda como Backing Vocal, além de amigos, o grupo é uma família, me sinto muito confortável e a vontade quando estou com eles no palco, é um grupo que me deixa bem à vontade e recebem sempre com bons olhos as minhas opiniões profissionais. Hoje, falo como morador e músico do grupo – AONDE TIVER DECISÃO EU VOU! Conta Romario Santos, músico do grupo.

A Rocinha é uma fábrica de talentos na categoria Samba e Pagode, são diversos os grupos que já alavancaram carreira nessa área musical e estão despontando por todo o país.

Somo fábrica sim, não de marginais, mais de produtos talentosos e que buscam vencer as barreiras e conquistarem seus lugares no mundo. 

* Davison Coutinho, 24 anos, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel emdesenho industrial pela PUC-Rio, Mestrando em Design pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade, funcionário da PUC-Rio.

Tags: coluna, Coutinho, davison, JB, texto

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.