Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Colunistas - Comunidade em pauta

Para que teleférico, se nem ônibus a Rocinha tem para atender aos moradores?

Jornal do BrasilDavison Coutinho

Foram várias as tentativas de diálogo com a Secretaria de Transportes do Rio de Janeiro. Diversas comissões e lideranças da Rocinha estiveram com representantes da secretaria na busca de uma solução para o problema de transporte público na Rocinha, e ainda não se conseguiu uma resposta.

O subsecretario esteve na comunidade, se comprometeu e não atendeu as solicitações, em seguida o secretário Carlos Osório prometeu melhorias em um discurso público e meses depois retornou e gravou um vídeo prometendo, uma vez mais, solucionar o problema. Esse longo processo de reclamações e vindas da secretaria à comunidade já totalizam quase um ano, desde que a empresa que atendia a comunidade foi cassada e promessas de melhoria foram oferecidas. 

Até quando teremos que participar de uma verdadeira batalha para conseguir pegar o ônibus? 

Transporte na Rocinha
Transporte na Rocinha

Os trabalhadores precisam acordar cada vez mais cedo para conseguir um espacinho nos ônibus lotados e chegam cada vez mais tarde em casa. As crianças não conseguem chegar no horário na escola e retornam cada vez mais tarde para suas casas esperando o transporte. 

Todo esse descaso influência diretamente na qualidade de vida da população e implica em diversos fatores que prejudicam as relações familiares, principalmente a relação dos pais com os filhos, além de ser um dos fatores da evasão escolar. 

A vida do morador de favela que já conta com diversos fatores problemáticos é ainda mais pressionada pela falta de empenho do poder público em solucionar os problemas básicos da população. É inaceitável que o secretário não consiga atender a comunidade com um transporte digno e respeitoso. 

Cabe a pergunta, se se o poder público não consegue atender os moradores com transporte terrestre, que é básico, de forma digna, como terá condições de nos convencer que o teleférico é uma boa opção de mobilidade nas favelas? 

Colaboração do portal Rocinha em Foco

*Davison Coutinho, 24 anos, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel em desenho industrial pela PUC-Rio, Mestrando em Design pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade, funcionário da PUC-Rio.

Tags: comunidade, davison, JB, pauta, rocinha

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.