Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Colunistas - Comunidade em pauta

Selmita Soares leva sonho e esperança através da cultura às crianças da Rocinha

Jornal do BrasilDavison Coutinho*

Selmita Soares, líder comunitária, ou como já ficou conhecida “tia Selmita”, faz o papel dos governantes e dedica todo seu final de semana, voluntariamente, à promoção da cultura para as crianças da comunidade.

A cultura tem o poder de transformar vidas, oferece novos conhecimentos e auxilia no processo do reconhecimento do individuo como cidadão. No entanto, pouco se tem feito nas favelas do Rio de Janeiro para incentivar a promoção cultural aos moradores. Ela é vista como a última coisa a ser pensada.

O fato é que o dia a dia e o cenário problemático das favelas pouco contribuem ou contribuem negativamente para a formação da criança. Os problemas são diversos e a falta de lazer é uma constante na vida dos pequenos.

Selmita Soares já é conhecida como a secretária de Cultura da Rocinha
Selmita Soares já é conhecida como a secretária de Cultura da Rocinha

Em meio a todos os problemas sociais, surge uma idealista, moradora da Rocinha de muitos anos e que se preocupa em levar um pouco de alegria e imaginação para as crianças, fazendo com que elas possam deixar de lado os conflitos emocionais vividos em seu cotidiano para poder fazer o que é de maior importância: sonhar e ter esperança.

Pesquisas de alguns anos revelaram que ao se ampliar a esperança pessoal, essa poderia levar a praticamente tudo, isto é, desde um melhor desempenho na escola, até níveis de maior felicidade geral. 

Selmita sensibilizou-se com a comunidade e leva todos os finais de semana cerca de 50 crianças e adultos a diversos teatros no Rio de Janeiro, graças a uma parceria com atores e produtores. Devido a essa dedicação é conhecida, também, como a secretária de Cultura da Rocinha.

Que venham e que apareçam novas lideranças que possam trazer um pouco mais de alegria, respeito e dignidade à vida de nossas crianças e nossos moradores, que enfrentam a luta diária da sobrevivência em meio a todo o caos e guerra que estamos vivendo.  Parabéns Selmita!

 “Felizes os que sonham, ainda que não possam realizar os vôos” (Afonso Duarte de Barros).

 

*Davison Coutinho, 24 anos, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel em desenho industrial pela PUC-Rio, Mestrando em Design pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade, funcionário da PUC-Rio.

 

Tags: coluna, comunidade, davison, pauta, rocinha

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.