Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

Colunistas - Comunidade em pauta

Revolta no velório de Gleice Oliveira na Rocinha

Moradores preparam manifestação para às 18h

Jornal do BrasilDavison Coutinho*

O velório da jovem brutalmente violentada e assassinada nesta semana na Rocinha reuniu centenas de moradores que não se conformam com a violência cometida. Os amigos e familiares estão recebendo apoio dos moradores que fizeram questão de dar o último adeus a Gleice Oliveira.

Lideranças comunitárias com apoio de moradores estão organizando uma manifestação “Rocinha pede paz, queremos justiça!”, hoje, às 18 horas na Passarela, parte baixa da comunidade. O evento já conta com mais de mil pessoas confirmadas. Moradores usam as redes sociais para divulgar a manifestação para mostrar a indignação e medo de continuar morando na Rocinha.

Amigos e familiares se despedem de Gleice
Amigos e familiares se despedem de Gleice

“Desejo a toda sua família, amigos e seu filhão todo meu carinho neste momento triste. Agora temos mais uma estrelinha no céu... Queremos paz e uma vida melhor! Serão moradores e pais de famílias, esposas e filhos lutando pra uma ROCINHA DE PAZ”. Foram as mensagens deixadas nas redes sociais por Eduardo Gonçalves, um dos organizadores da manifestação.

“A maior favela da América Latina (ROCINHA) amanhece hoje, 06/03, em luto absoluto “pós carnaval“ durante os últimos anos. É inadmissível tanta crueldade, não suportamos mais conviver nesse CURRAL ELEITORAL onde autoridades se omitem quando mais precisamos!", afirma a postagem de Romário Santos, amigo de Gleice.

Cada dia que vivemos dentro da Rocinha e em todas as outras favelas desta cidade é uma vitória. A nossa luta é pela sobrevivência e exigimos os nossos direitos. A Rocinha pede paz!

*Davison Coutinho, 24 anos, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel em desenho industrial pela PUC-Rio, Mestrando em Design pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade, funcionário da PUC-Rio.

Tags: amigo, autoridades, curral, eleitoral, favela, morador

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.