Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

Colunistas - Comunidade em pauta

Rocinha sem água e governo insiste em teleférico

Jornal do BrasilDavison Coutinho*

A comunidade não tem água há semanas e os esgotos e valas são todos a céu aberto, e ainda assim o governo insiste em dar o que não é prioridade para o povo. Saneamento básico é o que nós exigimos!

Mais uma vez, o descaso da CEDAE com as favelas do Rio de Janeiro é comprovado. Após semanas sem cair uma gota de água nas casas da comunidade da Rocinha, fui à busca de informações sobre o motivo e segundo um funcionário da CEDAE o problema é, uma vez mais, nas elevatórias e bombas de água que constantemente apresentam problemas, perguntei o porquê deles não resolverem com uma solução definitiva os problemas da Rocinha, e a resposta foi “ah isso daí é decisão dos superiores, não está dentro da nossa competência e eles não autorizaram essas reformas”.

É lamentável que uma comunidade que já recebeu investimentos milionários no PAC 1 não tenha resolvido os problemas de falta de água. É um absurdo como as crianças e idosos sofrem ainda mais com o problema, é uma vida insalubre e impossível de ser vivida, são mais de duas semanas sem água e a desculpa é sempre a mesma, e com o PAC 2, será que vai melhorar?

É ainda mais revoltante a atuação do Governo e de seu grupo em insistir em empurrar para comunidade o elefante branco do teleférico que é mais uma obra megalomaníaca, que vai remover centenas de famílias de suas casas. Os turistas vão passar por cima de nossas cabeças, nos olhando como se estivessem em um safari e não vão vivenciar os problemas e dificuldades que se vive dentro dos becos e vielas, no Complexo do Alemão essa é a realidade, o teleférico em nada beneficiou e os problemas continuam. As nossas prioridades são outras, como vamos pensar em tamanha modernidade e tecnologia onde não se tem o básico, não se tem água, e as pessoas convivem com valas empestadas de ratos e baratas?

Os moradores e lideranças comunitárias que de fato se preocupam com o desenvolvimento da Rocinha desceram às ruas no ultimo sábado e deram seu recado “saneamento básico sim, elefante branco não”.  Acorda povo da Rocinha, vamos lembrar-nos desses descasos nas urnas, vamos mostrar o poder do povo e vamos saber escolher quem poderá pensar e cuidar das comunidades com respeito e dignidade, afinal, ninguém está pedindo nada, é direito nosso, como já afirmou a dama de ferro “Não existe dinheiro público. Existe apenas dinheiro do pagador de impostos”

O abandono do nosso governo e da Cedae é realmente uma grande tristeza para todos nós que acreditamos que a Rocinha seria uma comunidade melhor se tivéssemos gente competente e honesta olhando para a favela como parte integrante da cidade.

Davison Coutinho, 24 anos, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel em desenho industrial pela PUC-Rio, Mestrando em Design pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade, funcionário da PUC-Rio.

Tags: descasos, impostos, pagador, público, saneamento

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.