Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Colunistas - Comunidade em pauta

Prefeitura deixa escolas sem garis nas férias

Jornal do Brasil

Como é do conhecimento de todos, as escolas por terem um calendário predefinido e que deve ser respeitado a cada ano, faz uso do período das férias escolares para preparar o espaço para receber novamente os alunos no ano que se inicia. Nesse período, são realizadas faxinas gerais, algumas obras, dedetização e enfim, tudo que é necessário referente a manutenção de um local usado por tantas pessoas.

O conhecimento deste fato é comum, já que é prática em todas as escolas. No entanto, o nosso prefeito e a Secretaria de Educação parecem desconhecer a necessidade da limpeza nestes períodos de manutenção, já que estabeleceu que os garis do projeto Escola Limpa da Comlurb, que são pagos pela Secretaria Municipal de Educação, retiram os profissionais de limpeza para trabalhar em eventos, praias e fazer toda imagem da cidade para inglês ver. Enquanto isso a educação pública é mais uma vez deixada de lado.

Tal decisão confirma mais uma vez que nosso Prefeito pouco se importa com a educação das crianças e jovens que dependem do ensino público para se alfabetizarem e terem uma vida mais digna e justa no futuro.

A diretora de uma escola, que não quis se identificar e já atua há mais de 30 anos no município reclamou “Entenda o que a Prefeitura do Rio+Secretária de Educação fazem com os garis-Projeto Escola Limpa da COMLURB(pagos pela SME),quando chega o período de férias e as Escolas aproveitam p/ fazer obra e manutenção de seus equipamentos,são autorizados a retirar o gari para trabalhar nas praias p/turista ver!!!E as Escolas que se danem!”

A passagem sofre aumento, professores foram recentemente a uma grande batalha em busca de melhores condições de trabalho, o que infelizmente deixou muitos alunos fora da sala de aula. O Prefeito recorre da decisão de colocar ar refrigerado nas escolas que chegam a 45º o que impossibilita o aprendizado. Acidentes acontecendo por falta de fiscalização da prefeitura e vidas e sonhos perdidos. O que mais virá para nossa cidade maravilhosa além dos grandes eventos?. Qual será o legado deixado pelo Senhor Eduardo Paes?

Viva a Educação!

*Davison Coutinho, 24 anos, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel em desenho industrial pela PUC-Rio, Mestrando em Design pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade, funcionário da PUC-Rio. 

Tags: a, aumento, foram, passagem, professores, recentemente, sofre

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.