Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Colunistas - Comunidade em pauta

Clube de Engenharia: teleférico não é prioridade para Rocinha 

Jornal do BrasilDavison Coutinho*

Lideranças da comunidade da Rocinha solicitaram ao Clube de Engenharia um estudo para verificar a necessidade da instalação do teleférico. O pedido se deu devido aos diversos moradores e lideranças que se colocaram contra o teleférico, alegando que a obra não é prioridade para Rocinha. O teleférico custara cerca de 700 milhões de reais de um montante de 1,6 bi que serão distribuídos para o PAC 2 na Rocinha.

O fato é que nós moradores da Rocinha sabemos o que precisamos, no entanto, não fomos questionados sobre o que julgamos prioridade ou não. É inadmissível pensar em um investimento milionário, como esse, para uma favela que não tem saneamento básico, onde as pessoas moram em casas que são invadidas por ratos e baratas, sem ventilação, insalubres e que causam diversas doenças a seus moradores.

Na Macega e Roupa Suja, o cenário é ainda pior, são locais que nunca receberam obras e é onde ficam as construções mais pobres, com barracos de madeira e que correm o risco de desabarem a qualquer momento. Segundo o movimento Rio Como Vamos, existem mais de 3 mil casas na Rocinha em risco, e esse número é ainda maior. 

Não podemos e não iremos aceitar continuar vivendo em meio a valas e esgoto a céu aberto, com casas, ainda sem agua encanada e convivendo em um local ainda abandonado e ladeado pela violência, enquanto turistas vão passar por cima de nossas cabeças observando do alto como é dura à vida do pobre favelado. Não somos animais, não se trata de um safari. Esse tipo de turismo é uma falta de respeito ético, é tratar a pobreza como atração turística. 

 

O debate no dia 19 de julho no clube de engenharia sobre a construção do teleférico chegou a conclusão que a Rocinha tem outras prioridades, e que a grande necessidade do local é o saneamento, o Clube encaminhou uma carta o governador do Rio explicando o motivo e as prioridades estabelecidas.

 

Segue abaixo a carta do Clube de Engenharia:

 

Rio de Janeiro, 14 de novembro de 2013.

Exmo. Sr.

Sérgio Cabral Filho,

M.D. Governador do Estado do Rio de Janeiro

Excelentíssimo Senhor Governador,

Vossa Excelência, seguramente, reconhece no Clube de Engenharia uma entidade cidadã que luta pelos interesses da sociedade brasileira nas questões relacionadas direta ou indiretamente à engenharia, participando ativamente, em seus 133 anos de existência, das grandes lutas que envolvem interesses nacionais e a melhoria da qualidade de vida dos brasileiros.

Nossa história e permanente preocupação em buscar cumprir nossa missão institucional de colocar a engenharia nacional à serviço da sociedade brasileira motivam esta manifestação à Vossa Excelência sobre o teleférico da Rocinha.

Cumpre informar que a Divisão Técnica de Transporte e Logística do Clube de Engenharia, com o aval do Egrégio Conselho Diretor, aprovada em reunião ordinária do dia 11 de novembro próximo passado, encaminha à apreciação de V. Exa. proposta de seu Fórum de Mobilidade Urbana que congrega profissionais e representantes comunitários, na certeza de que está contribuindo de forma democrática com os projetos e iniciativas do Poder Público, no Estado do Rio de Janeiro, em matéria de tão alta relevância.

Em meados de julho do corrente ano, com a presença de representantes do Governo de V.Exa., foram discutidas questões de interesse comunitário relacionadas com:

o cotejo entre as soluções de teleférico e de plano inclinado nos morros da cidade, mormente aspectos de eficácia do serviço para os usuários e implicações econômicas e financeiras da cada natureza de solução, e

o déficit de participação efetiva das comunidades nos estudos que o Governo de V.Exa. desenvolve na busca da melhor solução, bem como na falta de transparência por parte dos executivos do Estado que tratam das respectivas execuções.

Merece destaque, neste pronunciamento propositivo, o caso da Comunidade da Rocinha, onde deixou de ser efetivado o que fora acordado, alterando-se e descontinuando-se o PAC 1.

Cabe ressaltar, ainda, nossa preocupação diante de descontinuidades dessa ordem, ainda que em momento alvissareiro porque passa o Brasil e, em particular, o Estado do Rio com a retomada de obras públicas. Não têm sido poucos os casos recentes qe ilustram a distância entre a intenção do administrador e o desejo de setores expressivos da população quanto às prioridades dos investimentos públicos. Não raro, essas divergências, se não consideradas em tempo e forma adequadas, levam a situações extremas inclusive de suspensão da execução de projetos já em andamento, com grande perda para o erário público e para a sociedade em geral.

Diante dessas considerações e mantendo-nos à disposição do Governo de V.Exa. para contribuições técnicas, o Clube de Engenharia propõe:

realização de estudo por empresa de consultoria brasileira, conceituada e independente, para avaliar os aspectos sociais, técnicos, econômicos e financeiros do funcionamento do teleférico do Alemão e do Plano Inclinado do Santa Marta, antes do início da execução do teleférico da Rocinha para que os problemas tecnico-econômicos já observados tanto para essas Comunidades quanto para o poder público não sejam reproduzidos na Rocinha;

promoção de ampla consulta junto à população da Rocinha sobre suas prioridades de transporte, mobilidade e logistica, para que elas possam ser incluídas no projeto da solução técnica mais adequada a ser lá adotada.

Na expectativa de uma boa acolhida dessa nossa contribuição, reafirmamos nossa disposição permanente em colaborar com o governo de Vossa Excelência no campo da engenharia, buscando sempre os melhores encaminhamentos para o atendimento da população fluminense.

Cordialmente,

Francis Bogossian

Presidente do Clube de Engenharia

*Davison Coutinho, 23 anos, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel em desenho industrial pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade, funcionário da PUC-Rio.

Tags: 19 de julho, a, clube, de, engenharia, no, no dia, sobre

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.