Jornal do Brasil

Sábado, 23 de Junho de 2018 Fundado em 1891
Comunidade em pauta

Colunistas - Comunidade em pauta

Descaso com o lazer dos moradores da Rocinha “Salvemos São Conrado”

Jornal do Brasil Davison Coutinho*

A Rocinha é caracterizada por um aglomerado de casas e barracos dividindo pequenos espaços. Os lares em sua maioria não oferecem espaços para lazer e diversão, a rua muito menos, por ser um local de muito fluxo, sem espaço, com motos, carros e ônibus passando constantemente.

Davison Coutinho

Uma das grandes formas de lazer , desde os primórdios da Rocinha é a praia de São Conrado, frequentada por um público em maioria de moradores dessa comunidade. Essa praia é a diversão de todos esses moradores, que torcem por um dia de folga com sol, aguardam toda semana para aproveitar um domingo com a família e amigos, em um lugar de descontração e lazer.

Outro uso marcante de São Conrado é pelos surfistas e bodyboarders, a praia é referência para prática desses esportes, tendo em vista suas ondas e formação do mar. Crianças e jovens praticam diariamente o esporte e participam de projetos sociais no local, onde não só aprendem o esporte, como também participam de outras atividades socioeducativas.

Lixeiro limpa a praia de São Conrado

A grande tristeza dos frequentadores da praia é a poluição que sempre existiu em São Conrado e vem se intensificando ainda mais nos últimos anos. O esgoto é despejado sem nenhum tratamento no canto esquerdo da praia, um verdadeiro crime ambiental. As pessoas usam o mar dividindo o com lixos: camisinhas, seringas, ratos, sacolas e outros detritos.

Em meio a esse descaso da prefeitura e do governo, surgiu o movimento Salvemos São Conrado, criado por um grupo de amigos frequentadores da praia e que luta por uma praia mais limpa. Segundo Marcello Farias, um dos criadores do movimento, a prefeitura realiza apenas maquiagens no local, e não resolve definitivamente o problema.

“_A situação até agora é a mesma nada foi feito, de vez em quando eles fazem uma maquiagem por lá, até agora não deram inícios as obras e estamos esperando. Em relação ao atendimento deles só promessas [prefeitura e governo] até agora. Tem que fechar o túnel de esgoto que despeja todos os dias esgoto "in natura" no canto esquerdo da praia, pois é um crime ambiental só quem conhece é quem está dentro da água. Conta Marcello Farias.

Na minha concepção e na opinião de quase todos moradores da Rocinha, esse descaso e falta de atenção com esse patrimônio de nossa cidade, se dar por se tratar de uma praia, que apesar, de localizada em um dos bairros mais nobres da Zona Sul, é frequentada por moradores da favela.

“_O nosso sonho é ver nossa praia limpa sem poluição, sem fedor, sem ratos, seringas, e que os frequentadores  levem seus lixos para o lugares corretos...”. Revela Marcello Farias

Não se pode tratar com tamanho desprezo um lugar tão importante para uma comunidade, onde as crianças não tem espaço para brincar e se divertir, onde faltam espaços para desenvolvimento dos jovens e lazer dos adultos. Exigimos que as autoridades responsáveis cuidem de nosso precioso espaço. Esse é o sonho de todos nós moradores da Rocinha: uma praia limpa e cuidada. 

*Davison Coutinho, 23 anos, morador da Rocinha desde o nascimento. Formando em desenho industrial pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade, funcionário da PUC-Rio. 



Tags: importante, localizada, lugar, moradores, nobres, praia, rocinha

Compartilhe: