Jornal do Brasil

Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo

Reage, Mercadinho!

Jornal do Brasil

Verdade que já não se fazem mais políticos como antigamente, mas onde afinal estavam as lideranças dessa cidade quando a burocracia do INSS decidiu fechar o Mercadinho São José? Patrimônio imaterial inegável, muito mais do que um point de barzinhos, seu fechamento é mais um pedaço da alma da cidade que se vai e parece um assunto menor quando se olha para a tragédia do noticiário. Mas hoje pelas ruas e praças de Laranjeiras se pergunta: onde estão os muitos políticos com votos na área? Leila do Flamengo? Thereza Berger? Alfredo Sirkis? Otavio Leite? Cadê o professor Tarcísio? E o PT? E o PSOL??? Não vai aparecer ninguém para negociar com o INSS um acordo para manter a área e evitar a construção de mais um espigão? Em 1998, a Caarj comprou a Escola Senador Correa, ao lado da praça São Salvador para construir ali um hospital. A mobilização local barrou a iniciativa. Fica a dica: hoje no fim do dia, vá tomar um chope na Praça São Salvador e aproveite para apreciar o prédio da Senador Correa e pense no que seria daquele local se em seu lugar houvesse um prédio de vidro espelhado. Respostas para a coluna.

Aliás e a propósito

Para complicar ainda mais a situação do Mercadinho, sabe o Marcus Vinicius, que ficou famoso como presidente da combativa Associação de Moradores de Laranjeiras? Depois que a coluna revelou, semana passada, que ele mora mesmo é no Grajaú, Marcus licenciou-se do cargo.

Ir e vir 1

Virou um inferno a vida de 70 famílias da Comunidade Disk 2, em Caxias. Ganharam o direito a ocupar seus apartamentos no Condomínio São Bento Florença, uma obra do Minha Casa, Minha Vida no município, mas não conseguem se mudar.

Ir e vir 2

De um lado, os traficantes locais impedem a saída deles da comunidade pois, pelo acordo assinado com a Secretaria de Urbanismo e Habitação de Caxias, as casas em que moram hoje devem ser imediatamente demolidas, para evitar novas ocupações da área.

Ir e vir 3

De outro, não têm garantias de segurança da Secretaria para deixar o local. E, para piorar tudo, agora descobriram que a Imobiliária Morar Bem está anunciando a venda dos apartamentos, em seu site, por R$ 50 mil à vista.

Samba engajado

Já está pronto o livro de memórias de Noca da Portela, editado pela UERJ. O sambista, militante do extinto Partidão e autor do Hino das Diretas Já, pretende enviar o primeiro exemplar para o amigo Lula, através dos advogados do ex-presidente, preso na Polícia Federal em Curitiba.

“Country bumpkin”

Nada mais paulista que americanizar o Brasil. O Largo da Batata, conhecido pelas inúmeras startups, está mudando de nome. Milhares de paulistas conhecem o local agora como Potato Valley, uma mistura de Vale do Silício com Largo da Batata, nome que vem do início do século passado, quando os agricultores vendiam batatas no lugar.

Toniquices

Do ator Tonico Pereira sobre o general Mourão, vice de Bolsonaro: “Dentro da proposta deles, o vice é muito mais preparado do que o candidato a presidente, com um detalhe: ele é bem informado. E com outro detalhe: o vice é general e o presidente é capitão. Quem vai ganhar?

-------

LANCE LIVRE

O curso de Gestão de Entretenimento e Marketing no Esporte do IAG, Escola de Negócios da PUC, promoverá sábado o seminário “Um olhar 360 sobre a Copa na Rússia”, com Carlos Eduardo Éboli. O IORJ realiza o primeiro curso de Cirurgia Oftalmológica em 3D no Rio de Janeiro, com olho biônico.



Recomendadas para você