Jornal do Brasil

Informe JB

Informe JB

Jan Theophilo

Oi sumida

Jornal do Brasil

As pessoas estão mesmo enlouquecendo. Em outubro de 2016, a advogada Mariana Myszkowski foi a uma casa de câmbio em Copacabana trocar R$ 10 mil pelo equivalente em euros. Enquanto aguardava a finalização da transação, recebeu em seu perfil do Facebook um convite de amizade da parte de Brenno Bastos Ruggiero Soares, o funcionário que a estava atendendo. Mariana não gostou da abordagem. Sentindo-se invadida, enviou mensagem para a empresa reclamando que o funcionário só poderia tê-la localizado após acessar, sem autorização, seu cadastro na empresa. Breno foi imediatamente demitido. Só que para surpresa geral, entrou com um processo contra Mariana reivindicando uma indenização de R$ 15 mil por ela ter sido responsável pela sua demissão. O caso foi resolvido pelos desembargadores da da 1ª Câmara Cível do TJ do Rio, que negaram recurso a Breno. Os magistrados entenderam que a responsabilidade pela decisão da demissão foi exclusivamente da empresa empregadora após avaliar a conduta do autor. O processo é o de número 0419934-12.2016.8.19.0001.

Leafly
E falando em decisões sobre temas polêmicos do século XXI, a 2ª turma do STF decidiu, nesta última terça-feira, não criminalizar duas pessoas acusadas de tráfico que foram processadas por importação de pequena quantidade de sementes de cannabis. Os acusados importaram 15 e 26 sementes de maconha da Holanda, respectivamente.

Briga de foice
Quem acompanhou os bastidores da disputa entre os hospitais Albert Einstein e Sírio Libanês até se decidir quem ficaria responsável pelo tratamento de Jair Bolsonaro ficou chocado com o nível da querela. No fim, a escolha do Einstein foi decidida pela turma que usa quipá no entorno do candidato.

Aliás e a propósito
Ontem no meio da tarde, ao circular o boato de que Bolsonaro não teria resistido à nova cirurgia que fez, a coluna foi checar com a assessoria do candidato se de fato ele teria morrido. “Só se for de raiva”, respondeu o assessor Eduardo Antunes.

Castelo de Caras
Gente fina é outra coisa, e chique mesmo é o convite que Oskar Metsavaht e Carlos Werneck estão distribuindo entre os belos e bem-nascidos para um papo com Eduardo Paes, domingo, no Janeiro Hotel, que a dupla está abrindo na Delfim Moreira. Parece até propaganda da Osklen!

Data querida
Criada em plena ditadura militar, por jovens que questionavam formas de ensino da época, a Oga Mitá - tida por muitos como símbolo de resistência ao regime na área de educação - abriu mão de comemorar seu aniversário de 4 décadas apenas com “bolo e guaraná”. Frei Betto, Conceição Evaristo, Luiz Antônio Simas e diversos outros nomes estarão hoje em um seminário batizado de “Educação e Resistência”, que marcará as décadas de luta.

Evoé!
Amanhã começam as semifinais da escolha de sambas de enredo entre as escolas do Rio. Para a Mocidade, o evento marca um reencontro. Após insistência da comunidade, a Verde e Branco deixará a quadra cedida pela prefeitura na Avenida Brasil e fará a escolha em sua antiga quadra, recuperada pela Supervia, em Padre Miguel.

----------

LANCE LIVRE

O lançamento do DVD comemorativo dos 10 anos da roda de choro “Arruma o Coreto” será hoje na Livraria do IPP. Aloysio Reis, diretor geral da editora Sony/ATV, lançou ontem o livro de contos “Rio Vermelho e outros relatos improváveis”, na Argumento Leblon. O livro “Teoria Do Direito”, do desembargador Reis Friede, presidente do CCJF, com prefácio da ministra Ellen Grace, acaba de ser lançado pela Editora Lumen Juris.



Recomendadas para você