Jornal do Brasil

Segunda-feira, 18 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Ciência e Tecnologia

México e EUA estudam polinização da borboleta monarca

Jornal do Brasil

Cientistas do México e dos Estados Unidos vão pesquisar os efeitos polinizadores da enigmática borboleta monarca durante sua migração de 4.200 quilômetros, informou nesta quarta-feira (7), em um comunicado, a organização ambientalista World Wildlife Fund (WWF).

Os estudos vão começar este mês, quando a monarca, que atualmente hiberna nas florestas de Michoacán e do estado do México, empreender seu voo de volta aos Estados Unidos e ao Canadá. 

Segunda parte da pesquisa será realizada em agosto deste ano em território mexicano

A segunda parte da pesquisa será realizada em agosto deste ano em território mexicano, quando o inseto migra para Estados Unidos e Canadá, acrescentou o WWF, que trabalha com autoridades na preservação da borboleta.

As monarcas (Danaus plexippus) percorrem até 4.500 km do Canadá e dos Estados Unidos para estabelecer suas colônias nos bosques temperados de abetos e pinheiros do oeste do México.

A superfície florestal ocupada pelas borboletas é um indício indireto da quantidade de indivíduos que chegam ao México. No inverno 2017-2018, diminuiu 14,7% como resultado de furacões e tempestades, informaram autoridades na segunda-feira passada.

Agência AFP


Tags: fauna, floresta, furacão, pesquisa, rota, superfície, tempestade

Compartilhe: