Jornal do Brasil

Domingo, 18 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

Ciência e Tecnologia

Polícia da China testa óculos com reconhecimento facial

O país é um dos que mais investem em este tipo de tecnologia

Agência ANSA

A polícia da China iniciou testes com óculos de reconhecimento facial, os quais permitem que os agentes identifiquem instantaneamente criminosos em ambientes públicos.

O óculos escaneia o rosto de todos os transeuntes, e após isso, a informação é levada para para a base de dados da polícia, que imediatamente informará o agente pelos óculos se a pessoa é suspeita de algum crime.

Segundo a imprensa local, desde o dia 1º de fevereiro, os óculos especiais já ajudaram a polícia chinesa a prender sete. A fase de testes foi realizada na cidade de Zhengzhou, na província de Henan.

Óculos devem ajudar a identificar crimes
Óculos devem ajudar a identificar crimes

Além disso, nas lotadas ruas chinesas, os óculos tecnológicos ajudaram a identificar mais de 20 pessoas que estavam andando com documentação falsa.

A China é um dos países que mais investem em sistemas de segurança que utilizam a tecnologia de reconhecimento facial. Acredita-se que haja cerca de 170 milhões de câmeras de monitoramento espalhadas pelo país.

De acordo com o jornal "South China Morning Post", de Hong Kong, o governo chinês está concluindo um sistema de reconhecimento facial que poderá identificar qualquer pessoa dos quase 1,4 bilhão de chineses em questão de segundos.

Tags: china, crime, polícia, segurança, teste

Compartilhe: