Jornal do Brasil

Domingo, 22 de Outubro de 2017

Ciência e Tecnologia

Voos comerciais sem piloto poderão em breve ser reais

Sputnik

Aviões comerciais não tripulados poderão se tornar realidade já em breve, afirma o jornal russo Kommersant, citando analistas.

Os primeiros aviões, comandados por controlo remoto a partir da terra, poderão surgir até 2025, de acordo com o jornal. Tais aeronaves permitirão às companhias aéreas poupar até 35 bilhões de dólares (R$ 111,7 bilhões), em primeiro lugar por reduzirem as despesas com salários de pilotos.

A produção de tais aviões apresenta uma vantagem inclusive para os passageiros: voos automatizados ajudarão a diminuir os preços de viagens em 10%.

Entre as companhias que desenvolvem aparelhos não tripulados está a Boeing. A corporação está trabalhando em um sistema em que as decisões durante os voos serão tomadas pela inteligência artificial e não pelo piloto.

No entanto, os passageiros não estão contentes. Segundo os dados da pesquisa realizada por analistas do banco UBS, mais de metade dos respondentes, 54%, não voariam em um avião sem piloto, mesmo que os preços sejam mais baixos.

Alguns especialistas em aviação também não confiam muito em tais aviões. "Sistemas automáticos em aviões não são algo de novo, sendo utilizados hoje em dia. No entanto, a cada dia os pilotos precisam interferir no processo quando as máquinas fazem algo errado", sublinhou um especialista em segurança da Associação Britânica de Pilotos de Aviação Civil.

> > Sputnik

Tags: bndes, economia, interncaional, le pen, merkel, putin, santander, trump

Compartilhe: