Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Ciência e Tecnologia

Cefet recebe primeiro Modelo Diplomático para estudantes de escolas públicas

O Modow ainda está com vagas abertas. A inscrição é online, de graça.

Jornal do Brasil

Estudantes de escolas públicas de ensino médio de todo o Brasil se reúnem  entre os dias 26 e 29 de julho, para debater questões internacionais e buscar soluções para conflitos mundiais.

O Modow - Modelo Diplomático do Cefet/RJ-, organizado por alunos e ex-alunos da instituição, é o primeiro da categoria realizado exclusivamente para a rede pública, de forma gratuita, perseguindo o lema 'Incluir para Transforma'.

Em eventos como esse, também chamados de simulações,  jovens representam diplomatas ou chefes de estados como  se estivessem numa organização intergovernamental. Vários modelos vem ocorrendo há anos nos mais tradicionais colégios do Rio de Janeiro, porém todos exigem contribuição para participação.

O Modow - Modelo Diplomático do Cefet/RJ-, organizado por alunos e ex-alunos da instituição, é o primeiro da categoria realizado exclusivamente para a rede pública, de forma gratuita, perseguindo o lema 'Incluir para Transformar'.
O Modow - Modelo Diplomático do Cefet/RJ-, organizado por alunos e ex-alunos da instituição, é o primeiro da categoria realizado exclusivamente para a rede pública, de forma gratuita, perseguindo o lema 'Incluir para Transformar'.

No caso, o MODOW  se divide em três comitês atuais como o Conselho de Direitos Humanos, sobre abuso de autoridade e violência policial, o Conselho Europeu, sobre a crise na zona do euro e Cidades e Governos Locais Unidos, relacionando o tema das favelas e a exclusão social nos grandes centros urbanos.

Do mesmo modo, abriga duas comissões históricas, em datas retroativas, tais como o Conselho de Segurança Histórico (1968) sobre a retirada das tropas norte-americanas do território do Vietnã e a Terceira Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (1997), que elaborou o Protocolo de Kyoto. Além disso, conta com um setor de  imprensa, onde os estudantes fazem o papel de jornalistas em veículos diversos. Um deles é o Jornal do Brasil.

De acordo com a  secretária geral, Carolina Miller, 18,  o projeto tem tudo para ser um sucesso. "Estamos trabalhando arduamente para conseguir fazer esse modelo e temos certeza que vai dar certo", afirma a aluna do  4º ano do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca.

O MODOW ainda está com vagas abertas para quem quiser participar.  Para isso, basta acessar o nosso site modow.vai.la  e fazer a inscrição on line, de graça.

O evento acontece das 9h às 18h, no Cefet/RJ, localizado na Av. Maracanã, 229, Maracanã.

Mais informações em https://www.facebook.com/modowcefet/.

Tags: Cidades, Direitos Humanos, Favelas, abuso de autoridade, comitês, conselho europeu, crize, educação, exclusão social, governos, intergovernamental, modow, violência policial, zona euro

Compartilhe: