Jornal do Brasil

Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

Ciência e Tecnologia

Rio Grande do Sul recebe mutirão de cirurgias de hérnia

Jornal do Brasil

Numa parceria da ONG Hérnia Internacional com a SBH- Sociedade Brasileira de Hérnia será realizado de 31 de agosto a  9 de setembro, no Rio Grande do Sul, um Mutirão de cirurgias para correção de hérnias, que vai atender cerca de 80 pacientes, em duas cidades do interior e  na capital Porto Alegre. O objetivo destes Mutirões é atender à população carente, com equipes de alto padrão realizando os procedimentos.

Segundo o Dr. Artur Seabra, coordenador do Mutirão, as cirurgias serão realizadas nos dias 31 de agosto e 1º de setembro,  na cidade de Sananduva, dias 4 e 5 de setembro, em Porto Alegre, e dias 8 e 9 de setembro, em Sarandi. Serão realizadas cirurgias de hérnias inguinais, umbilicais e ventrais em adultos e crianças, num total de até 80 pacientes, e cerca de até 90 hérnias, considerando que alguns pacientes tem mais de uma hérnia.

Dr. Artur Seabra diz ainda, que  um projeto como este é de grande ajuda para a população, já que o Rio Grande do Sul, como todo o Brasil, tem demanda reprimida para diversos tipos de cirurgias. Os municípios do interior do Estado foram indicados pela Secretaria Estadual da Saúde, por haver, além da demanda, baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) - Porto Alegre foi incluída, inclusive,  para associar o Mutirão  a um evento científico com  convidados nacionais e internacionais.   Por isso, estarão trabalhando em parceria com os médicos brasileiros, os doutores Martin Kuzer – Inglaterra, Henrietta Poon - Inglaterra, Maciej Smietanski – Polônia, BentosDomingos Vieira – Itália, Todd Henniford – USA, Hugh McGregor – Austrália e  Keith Towsey – Austrália.

A ONG Hérnia Internacional que vai ser nossa parceira neste trabalho, prossegue o Dr. Artur Seabra,  realiza este tipo de Mutirão de Missão Humanitária em países de todos os continentes, desde 2005. Os médicos estrangeiros estão vindo através desta ONG, sediada na Inglaterra, e que tem como característica apoiar populações carentes e  integrar-se aos cirurgiões dos países visitados.  É a primeira vez no RS que um Mutirão como este é realizado e a terceira no Brasil: já foram realizados Mutirões em 2013, no Maranhão e em 2014, no Amazonas.  

Tags: ONG, SAÚDE, cirurgia, hérnia, mutirão

Compartilhe: