Jornal do Brasil

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Centro de tecnologia inaugura núcleo no ES para pesquisas em rochas

Agência Brasil

O Centro de Tecnologia Mineral (Cetem), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, inaugura, na próxima terça-feira (26), o núcleo regional do Espírito Santo, na cidade de Cachoeiro de Itapemirim, para desenvolver pesquisas tecnológicas na área mineral, em especial no setor de rochas ornamentais, além de oferecer serviços técnicos no setor.

O novo núcleo de pesquisa vai dar suporte local ao Cetem, que desde 2007 desenvolve atividades de pesquisas no Instituto Federal do Espírito Santo, o que ocorreu até o último mês de julho, quando as instalações próprias do centro foram concluídas, conforme revelou à Agência Brasil Mônica Castoldi Borlini Gadioli, chefe substituta da nova unidade do Cetem.

O estado do Espírito Santo é o maior produtor e exportador de rochas ornamentais do país. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais (Abirochas), as exportações brasileiras  alcançaram mais de US$ 1,3 bilhão no ano passado - 80% saíram de lá. No primeiro semestre de 2014, as vendas externas de rochas ornamentais somaram US$ 628,9 milhões. A produção nacional de rochas ornamentais totalizou 10,5 milhões de toneladas em 2013, e mais da metade saiu de jazidas capixabas.

Segundo Mônica Gadioli, o núcleo vai contribuir para ampliar a competitividade do setor de rochas ornamentais, que aparece em quarto lugar no ranking das exportações minerais do Brasil. “Com certeza, porque aqui nós desenvolvemos pesquisas tecnológicas para melhoria dos processos e produtos; e isso vai melhorar a competitividade do setor de rochas”, acredita ela.

Ela informou que o Cetem faz pesquisas também na parte de aplicação de resíduos, “que é um problema para o setor de rochas”. Os estudos permitem que os produtores, além de tirar os resíduos do meio ambiente, possam direcioná-los como matéria-prima para outros setores industriais. O aproveitamento dos resíduos de rochas minerais é direcionado, principalmente, para o setor da construção civil, em cerâmica, vidro e argamassa, por exemplo.

No setor de rochas ornamentais, o Cetem trabalha em conjunto com empresas, universidades nacionais e internacionais e com instituições do setor como a Abirochas, o Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais, a  Associação Noroeste de Pedras Ornamentais, o Centro Tecnológico de Mármore e Granito e a Associação Ambiental Monte Líbano.

Tags: CIÊNCIA, exportações, Governo, Ministério, pesquisa

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.