Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Google Sala de aula já pode ser usado por escolas

Ferramenta ajuda a criar, gerenciar e organizar tarefas de classe e otimiza o tempo do professor

Porvir

Agora é para valer. A fase de testes do Google Classroom acabou esta semana. A ferramenta está oficialmente liberada para ser utilizada por escolas e está disponível em 42 idiomas. Em português, assume o nome traduzido de Google Sala de aula.

Desenvolvida para facilitar o trabalho de professores e alunos, faz parte do Google Apps for Education e organiza recursos do Gmail, do disco virtual Drive e do kit de produtividade Google Docs. Através da ferramenta, o professor pode gerenciar tarefas escolares, acompanhar a execução de trabalhos e tirar dúvidas em tempo real. O educador consegue, por exemplo, criar e enviar automaticamente cópias de documentos para cada aluno. Além disso, também é possível separar cada disciplina, conteúdo ou estudante em uma pasta diferente, o que abre diversas possibilidades de organização dos materiais.

Do lado do aluno, eles podem ver as atividades propostas na página de tarefas e consultar materiais de apoio didático arquivados no Google Drive. Os professores conseguem acompanhar em tempo real o andamento de cada estudante, quem concluiu a atividade proposta e dar feedbacks personalizados. (Para mais detalhes, leia matéria anterior do Porvir).

Veja o vídeo que explica como a ferramenta funciona:

Qualquer pessoa que tenha uma conta do Google Apps for Education pode ter acesso ao serviço. Se o serviço for uma novidade para você, basta acessar  classroom.google.com). Em seguida, selecione aluno ou professor para criar uma turma, ou entrar em uma já existente.

Tags: ferramenta, gerenciamento, gestão, google classroom, monitoramento

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.