Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

Ciência e Tecnologia

Médico que liderava combate ao ebola na África morre ao contrair vírus

Jornal do Brasil

O médico de Serra Leoa Sheik Umar Khan, de 39 anos, morreu nesta terça-feira após ter contraído o vírus do ebola na semana passada. Khan cuidou de mais de 100 pacientes vítimas do ebola. Desde o início do surto, em fevereiro, a doença já matou mais de 670 pessoas na Guiné, Libéria e Serra Leoa, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).  É o maior surto de ebola desde que o vírus foi descoberto, em 1976.

O contágio ocorre por meio de contato com os fluídos corporais de pessoas infectadas. O pior surto de ebola da história começou na Guiné em fevereiro e depois se espalhou pela Libéria e Serra Leoa.

Nigéria fechou um hospital em Lagos, onde um americano de 40 anos morreu vítima do vírus, no primeiro caso confirmado no país. Já a  Libéria fechou suas fronteiras, restringiu reuniões públicas de pessoas e pôs em quarentena comunidades afetadas pelo vírus.

Tags: CIÊNCIA, morte, SAÚDE, virologista, vírus

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.