Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

Ciência e Tecnologia

Preocupação com saúde começa aos 36 anos, diz estudo

Portal Terra

Da adolescência até os 30 anos, a saúde não costuma ser uma das principais preocupações. Segundo uma nova pesquisa, é aos 36 anos que a situação muda. Nesta idade, de acordo com o estudo, as pessoas se tornam conscientes da mortalidade e, por isso, adotam um estilo de vida mais saudável. As informações são do Daily Mail. 

Uma morte na família, um alerta do médico ou uma simples foto pouco favorável são alguns dos eventos que podem fazer as pessoas pensarem diferente, diz a pesquisa do Spire Bristol Hospital. O estudo foi feito com 2 mil pessoas e avaliou as atitudes relacionadas à saúde. As conclusões mostram que 56% das pessoas que estão entre a adolescência e os meados dos 30 anos simplesmente ignoram as recomendações e seguem com rotinas pouco saudáveis, pensando apenas no momento, independentemente do impacto a longo prazo.

A média de idade em que as pessoas “despertam” para as questões da saúde é 36 anos, com um terço dizendo que passou por um momento chocante que mudou o pensamento, apresentou saúde debilitada ou enfrentou comentários negativos de um amigo. A pesquisa mostrou ainda que, uma vez que as pessoas começam a pensar no futuro da saúde, tomam medidas como monitorar ou melhorar a dieta e também reduzir o consumo de álcool.

De acordo com Rob Anderson, diretor da instituição, mudanças simples no estilo de vida podem fazer uma grande diferença no valor que se dá a saúde “e podem significar grandes benefícios a longo prazo”.

No entanto, o estudo mostrou também que seis em cada 10 pessoas adotam a filosofia do “a vida é muito curta” para justificar as escolhas que sabem ter efeitos negativos na saúde, como o consumo excessivo de álcool ou uma dieta rica em gorduras.

Além disso, apenas quatro em cada 10 pessoas acreditam que cuidar da saúde pensando a longo prazo é mais importante do que “viver o hoje”. Ainda, uma em cada 10 descrevem os cuidados com a alimentação como completamente inexistentes, enquanto três em 10 afirmam que a única atividade física é a rotina diária. O estudo mostra também que um em cada sete ignora deliberadamente as recomendações médicas, enquanto apenas  51% preferem tomar medidas preventivas para evitar problemas futuros.

Veja os 10 momentos que mais fazem as pessoas mudarem o comportamento em relação à saúde:

1. Começar a ficar velho

2. Passar por um “susto” relacionado à saúde

3. Morte de parente próximo

4. Um aviso do médico

5. Ver uma foto chocante de si mesmo

6. Doença de parente próximo

7. Programas de TV que falam sobre hábitos alimentares

8. Comentários negativos sobre a própria saúde

9. Um acidente sério

10. Uma mensagem pública sobre saúde

Tags: adultos, juventude, pesquisa, preocupação, SAÚDE

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.