Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Divórcio aumenta risco de ataque cardíaco e derrame

 O  término de um relacionamento pode aumentar a pressão arterial e prejudicar a saúde

Portal Terra

Tristeza e divisão de bens não são os piores problemas que um divórcio pode trazer à sua vida. De acordo com uma pesquisa realizada na Universidade do Arizona, o fim de um relacionamento também pode aumentar a pressão arterial e causar sérios problemas à saúde, como ataque cardíaco, derrame e problemas nos rins. As informações são do Daily Mail.

O levantamento questionou 138 pessoas recém-separadas para saber como estava a qualidade do sono e acompanhar a pressão arterial delas por sete meses. Aquelas que sofriam de insônia por preocupações com o antigo relacionamento viram a pressão aumentar depois de um tempo.

"Se alguém estiver passando por um divórcio e incapaz de dormir, realmente precisa de alguma ajuda para não ter problemas sérios”, alertou Kendra Krietsch, líder do projeto. “Encontramos muitas pessoas com insônia até cerca de 10 semanas após separação. No entanto, depois desse período, parece haver um efeito cumulativo ruim para o organismo”, detalhou David Sbarra, outro autor do estudo.

A pressão arterial elevada triplica o risco de ataques cardíacos e derrames, além de danificar os rins e os olhos.

Tags: derrame, divórcio, pesquisa, pressão arterial, relacionamento

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.