Jornal do Brasil

Quinta-feira, 31 de Julho de 2014

Ciência e Tecnologia

El País: Dez proteínas preveem se perda de memória terminará em Alzheimer

Exame de sangue pode indicar se a doença surgirá no prazo de um ano

Jornal do Brasil

O jornal espanhol El País publicou uma matéria nesta terça-feira (8) sobre um novo exame de sangue que está sendo desenvolvido por pesquisadores da King's College, em Londres, e na Universidade de Oxford, junto com outros centros, que pode identificar se uma pessoa desenvolverá o Mal de Alzheimer no próximo ano. Dez proteínas podem identificar com 87% de certeza se um processo de deterioração cognitiva leve pode piorar e levar ao Alzheimer.

O texto lembra que a doença não tem cura e que os tratamentos já experimentados após o surgimento dos sintomas, na fase da demência, mostraram-se pouco eficazes. Por isso, é necessário desenvolver novos medicamentos em fasesprematuras, que possam incidir na evolução do Alzheimer. Para isso, precisa-se de ferramentas que identifiquem os pacientes nos primeiros estágios. “Esses exames podem nos ajudar a detectar os pacientes em etapas mais precoces e, assim, conseguir que participem de novos testes e que possamos desenvolver tratamentos que venham a conter a progressão da enfermidade”, argumenta Abdul Hye, do Instituto de Psiquiatria do King's College.

A reportagem informa que os criadores pretendem comercializar o teste em um prazo de dois anos, por um preço entre R$ 376 e R$ 1.135. Se tudo funcionar, o exame seria um complemento aos métodos de diagnósticos atuais para descartar os quadros mais duvidosos.

Tags: Alzheimer, demência, doença, exame, teste

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.