Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Rio

Procon descarta mais de meia tonelada de alimentos impróprios na região serrana

Agência Brasil

A Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon) apreendeu cerca de 600 quilos (kg) de alimentos impróprios para o consumo em restaurantes de duas cidades turísticas da região serrana do Rio de Janeiro. A Operação Camisa 10 do Procon é voltada para a Copa do Mundo e nesta quinta-feira (29) vistoriou restaurantes em Petrópolis e Teresópolis, onde se localiza a Granja Comary, que concentra a Seleção Brasileira de Futebol.

Segundo informações da Seprocon, os restaurantes Buffet Olicio’s, Novilho de Ouro e Casa do Alemão, além do supermercado Oliveirão e do açougue O Frangão, foram autuados e serão multados. Os cinco estabelecimentos foram flagrados armazenando produtos vencidos e sem informações quanto ao prazo de validade.

O caso mais grave aconteceu no abatedouro O Frangão, em Teresópolis, onde os fiscais do Procon encontraram mais de 500kg de alimentos impróprio para o consumo, como carne moída, carne de porco e espetos de frango. O proprietário do local foi encaminhado a 110ª Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos.

Na tradicional Casa do Alemão, em Petrópolis, os fiscais encontraram 10kg de creme de coco, 10kg de geleia de damasco, 4,8kg de creme de caramelo e 2,9kg de creme de limão com data de validade vencida; no Buffet Olicio’s, em Teresópolis, foram encontrados 1kg de fermento e 450g de massa para bolo, 1,2kg de pastel, 350g de presunto, 725g de linguiça, 700g de maionese, 2kg de cortes de carne, 775g de picanha, 240g de cenoura, 455g de queijo, 1kg de salmão e 700g de recheio para coxinha com prazos de validade vencidos e sem especificação adequada.

Com a proximidade da Copa do Mundo o Procon estadual vem realizando diariamente ações de fiscalização nos estabelecimentos localizados em diversos pontos turísticos da cidade, como restaurantes e lojas.

Na última quarta-feira, por exemplo, no âmbito da mesma operação, nove estabelecimentos localizados no interior do Jardim Botânico, Parque Lage, Forte de Copacabana, Jóquei Club Brasileiro e da Quinta da Boa Vista – pontos turísticos da cidade que devem receber grande número de turistas, foram autuados e serão multados. Nestes locais os fiscais recolheram e descartaram 94,4kg produtos impróprios para o consumo.

Um dia antes, os ficais envolvidos na Operação Camisa 10 realizaram ação de vistoria nos estabelecimentos localizados no bairro de São Conrado. Dos 17 estabelecimentos fiscalizados, seis foram autuados por armazenarem produtos vencidos, e entre eles estava o renomado Hotel Sheraton que hospedará as seleções da Espanha, Argentina, Bélgica e Equador, que terão jogos no Rio de Janeiro durante a primeira fase da Copa. No total, os agentes inutilizaram quase 30kg de alimentos impróprios para consumo. 

Tags: alimento, consumidor, estragado, impróprio, serra

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.