Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Ciência e Tecnologia

Pesquisa quer entender a relação do jovem com a política

Projeto arrecada recursos para apontar como os jovens pensam e atuam politicamente

PorvirMarina Lopes

Como o jovem brasileiro está se relacionando com a política? As manifestações de junho de 2013 são reflexos de uma juventude inquieta e insatisfeita com seus representantes? A partir do debate e da necessidade de se pensar em novas formas de participação e de se fazer política, a Box1824 promove uma continuação da pesquisa “Sonho Brasileiro”. Mas, desta vez, o foco é no pensamento e na atuação política da juventude. O projeto Sonho Brasileiro da Política dará voz para jovens de todas as regiões do país para mapear diferentes perspectivas e formas de engajamento político e social. A proposta segue em financiamento no Catarse até 4 de junho.

A pesquisa anterior, lançada em junho de 2011, identificou valores e comportamentos que demostravam a existência de um jovem otimista, hiperconectado e engajado em microrrevoluções que transformam o mundo de maneira gradual. O estudo também apontou uma nova maneira de a juventude enxergar o mundo, menos dualista e mais convicta na possiblidade de ideias e conceitos flexíveis e mais fluidos. Isso também reflete na forma como eles olham  para a educação, já que 84% dos jovens brasileiros afirmaram que sentem falta de locais onde possam aprender, além de escolas e universidades.

Nessa nova edição, o estudo se propõe a ir mais fundo em relação às perspectivas e expectativas dos jovens quanto ao futuro do país. Para isso, irá buscar entender e mapear sentimentos, valores e iniciativas que refletem na sua participação e engajamento na política.  

A pesquisa será realizada a partir de uma metodologia qualitativa e quantitativa que irá ouvir jovens entre 18 e 32 anos, de cidades como Belém, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. No que diz respeito à parte qualitativa, o projeto já realizou cerca de 300 entrevistas com jovens ativistas inseridos em diferentes grupos ou projetos. A partir de agora, começaram a ser aplicados os questionários da pesquisa quantitativa, ouvindo jovens de todo o país.

“Já que o termo política é tão desgastado na nossa sociedade, pensamos em como podemos dar uma nova luz para o assunto”, explicou a cientista social Beatriz Pedreira, cocriadora do projeto.

Segundo ela, a pesquisa pretende inspirar novos jovens a participar de movimentos de transformação, ajudar a ressignificar a forma de pensar política e contribuir para fortalecer e democratizar a voz dos jovens no debate eleitoral. “O principal impacto disso é desmistificar o que é política e mostrar que já existe muita inovação sendo feita pela juventude.”

De acordo com Beatriz, a proposta de desenvolver uma continuação da pesquisa “Sonho Brasileiro” com foco em política surgiu após as manifestações de junho do ano passado, nas quais muitos jovens foram às ruas para protestar. “Houve algo que movimentou o jovem politicamente”, pontuou a cientista social. No entanto, ela ressaltou que antes desse movimento já existiam jovens engajados com a causa política. Diante de tantos questionamentos e do debate em torno do assunto, surgiu a ideia de entender o que estava acontecendo.

O projeto está sendo viabilizado por meio de recursos da sociedade civil e com isenção política e partidária, algo considerado importante para abordar o tema. Segundo Beatriz, essa interdependência também facilita chegar até os jovens para ouvir suas percepções. “Por isso é um projeto colaborativo. A gente quer envolver pessoas”, afirmou. Para conseguir a participação de mais pessoas na viabilização da pesquisa e ampliar o alcance, o projeto está captando recursos em financiamento coletivo no Catarse. O dinheiro será utilizado para bancar uma parte da etapa quantitativa e para auxiliar na difusão dos resultados por meio de um vídeo de divulgação e uma plataforma on-line.

O projeto Sonho Brasileiro para a Política tem até a próxima semana, no dia 4 de junho, para arrecadar R$ 200 mil. Os apoiadores podem contribuir com valores a partir de R$10. Entre as recompensas, os colaboradores recebem um diário de bordo com referências que inspiraram o estudo, infográficos explicativos sobre o sistema eleitoral brasileiro, convites para o lançamento da pesquisa e uma espécie de consultoria para formas de aplicação dos resultados do estudo em estruturação de projetos.

Tags: comportamento, engajamento, juventude, pesquisa, projeto, sonho brasileiro da política

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.