Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Ciência e Tecnologia

Ministro descarta risco de epidemia de dengue durante a Copa

Agência Brasil

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse hoje (27) que a dengue está controlada no país e descartou o risco de uma epidemia da doença durante a Copa do Mundo. Segundo ele, das 12 cidades-sede, apenas Salvador e São Paulo ainda registram transmissão, mas os casos devem cessar em algumas semanas.

“Estamos prontos para fazer a Copa das Copas no que diz respeito à saúde”, disse. “Chegaremos, nas próximas duas semanas, a uma transmissão praticamente zero com risco extremamente baixo no país”, completou. Dados do ministério mostram que, em 2014, houve uma redução de 65% nos casos de dengue em todo o país e de 78% nas mortes devido à doença.

De acordo com o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, a estimativa do governo é que sejam registrados menos de 40 casos da doença nas 12 cidades-sede durante o Mundial. “Não podemos pedir uma trégua à dengue porque vai ter Copa. Mas, provavelmente, teremos uma ocorrência muito baixa”, destacou.

Sobre o aumento de casos de sarampo, sobretudo no Nordeste, o secretário lembrou que mais de 75% dos turistas estrangeiros que devem visitar o país durante a Copa são das Américas, onde não há transmissão da doença.

“A gente vem se preparando desde o ano passado”, disse, ao citar medidas preventivas como a vacinação de trabalhadores da área de turismo nas cidades-sede e a vacinação de crianças maiores de 6 meses e menores de 5 anos em todas as regiões metropolitanas da Região Nordeste.

Tags: contágio, Copa, doença, mosquito, Mundial

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.