Jornal do Brasil

Quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

Ciência e Tecnologia

Simpósio vai discutir os novos materiais e avanços na nanotecnologia em SP

Jornal do Brasil

A evolução dos estudos da nanotecnologia e o surgimento de materiais que inovarão e proporcionarão mais qualidade de vida ao ser humano são alguns dos assuntos que serão tratados no 5º Simpósio SAE BRASIL de Novos Materiais e Nanotecnologia. O encontro será realizado dia 3 de junho, no IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (av. Prof. Almeida Prado, nº 532, Cidade Universitária, São Paulo). A nanotecnologia estuda a manipulação da matéria numa escala atômica e ou molecular, e busca inovar invenções para proporcionar mais qualidade de vida ao ser humano e novas propriedades, nunca antes alcançadas pelos materiais tradicionais. 

Promovido pela Seção São Paulo da SAE BRASIL, o encontro irá debater os avanços em novos materiais, o desenvolvimento de equipamentos que possibilitem a manipulação em escala manométrica e, ainda, levantar as evoluções sobre o assunto no mundo e no Brasil. “Também abordaremos as necessidades das montadoras em reduzir seus custos, aumentar a segurança e desempenho dos veículos baseados nas regras do Inovar- Auto, que tem sido um grande desafio para a indústria nacional”, explica o chairperson do encontro, Marco Colosio. Segundo Colosio, o aparecimento de novas aplicações das chamadas nano formas na indústria automobilística não deixa dúvidas de que o investimento em desenvolvimento tecnológico é primordial. “E o Brasil tem muitas necessidades de melhorias em seus veículos como a de redução de massa e otimização de consumo de combustível impostas pelo novo regime automotivo”, comenta. 

No encontro estarão empresas que integram a cadeia automotiva e as intuições de pesquisas com estudos no campo de materiais e nanotecnologia. “Desta forma uma junção de interesses pode ser presenciada durante a apresentação dos painéis que servirão como trampolim para as novas iniciativas”, afirma.O engenheiro afirma que a necessidade de desenvolvimento de novos materiais e ou uso da nanotecnologia é um dos caminhos mais promissores para alcançar reduções de massas e custos e aumento de desempenho, todos na mira das montadoras. “Temos muitas oportunidades em P&D”, completa.

Programação

O encontro contará com três painéis sobre pesquisas e incentivos das universidades e institutos de pesquisas; a inovação em materiais metálicos e nanotecnologia; inovação em materiais poliméricos e materiais alternativos; e os aspectos que a inovação proporciona melhorias na competitividade das montadoras. “Para essa edição também adicionamos uma discussão na área de soldagem automotiva de aços avançados por ser tema de grandes debates na indústria”, diz Colosio. Para o chairperson estamos vivendo uma era de profundas transformações na forma em como pensamos os materiais e seus processos produtivos. 

“Novas ferramentas surgem em consequência, sejam de simulação computacional, sejam de métodos de fabricação das nanoestruturas.Uma verdadeira mudança de patamar, da pura pesquisa cientifica, com seus laboratórios e prototipagem especializada, ate a industrialização dos novos produtos, com seus conhecidos desafios comerciais, de confiabilidade, e de produtividade”, completa.“Os simpósios da SAE BRASIL promovem o debate sobre áreas específicas da mobilidade com foco na ciência, na tecnologia e na inovação, que são fundamentais para o desenvolvimento econômico e social brasileiro”, afirma o engenheiro Ricardo Reimer, presidente da SAE BRASIL.

Tags: atômica, avanços, brasil, matéria, nanotecnologia, sae

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.