Jornal do Brasil

Terça-feira, 30 de Setembro de 2014

Ciência e Tecnologia

Astrônomo criador da Beagle 2 morre aos 70 anos

Agência ANSA

O cientista e astrônomo britânico Colin Pillinger, chefe da missão aeroespacial Beagle 2 para Marte, morreu aos 70 anos em decorrência de uma hemorragia cerebral, informou nesta quinta-feira (8) sua família.     

O professor estava em sua casa, em Cambridge, centro da Inglaterra, quando sofreu uma hemorragia cerebral e entrou em coma profundo.     

Pillinger foi levado ao Hospital de Addenbrooke, onde morreu sem retomar sua consciência. A sua morte foi "devastadora e incrível", afirmou a família em um comunicado.     

O astrônomo construiu uma missão para identificar a suposta vida em Marte, chamada Beagle 2 em homenagem ao navio HMS Beagle na qual Charles Darwin fez suas descobertas científicas. Foi a primeira vez que um pesquisador conseguiu lançar uma missão ao espaço por conta própria.     

O Beagle 2 desapareceu sem deixa rastos, mas Pillinger continuou trabalhando para completar o que chamou de "um negócio inacabado em Marte". O astrônomo, que aos 62 anos tinha sido diagnosticado com esclerose múltipla, disse que a doença não impediria que lançasse uma nave espacial para Marte.     

Pillinger foi professor de ciências interplanetárias na Open University da Grã-Bretanha, onde chefiou o Departamento de Ciências Físicas até 2005. Em 2003 recebeu das mãos da rainha Elizabeth II o titulo honorário de Comandante do Império Britânico (CBE) por seus serviços à ciência e à astronomia , e um ano depois um asteróide foi batizado em seu nome. "Uma parte do professor Pillinger se move agora entre Marte e Júpiter" disse a NASA.

Tags: astrônomo, beagle, cientista, marte, morte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.