Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Americanos usam apps para achar celular e enfrentar ladrões

Portal Terra

Americanos que tiveram seus smartphones roubados estão usando aplicativos com GPS para encontrar os ladrões e se vingar do roubo. Segundo o New York Times, o uso desses apps de rastreamento, como o “Buscar iPhone”, tem preocupado autoridades, porque as pessoas estão se colocando em risco para recuperar seus gadgets.

“Este é um novo fenômeno - não é simplesmente ir atrás da pessoa para pegar o celular. Abre a oportunidade de as pessoas usarem a lei com suas próprias mãos, e elas podem se colocar em situações perigosas se forem em algum lugar que não deveriam”, alerta o promotor George Gascóns, de São Francisco, nos Estados Unidos.

No ano passado, aconteceram 3.1 milhões de roubos de celular nos Estados Unidos. De acordo com a publicação, algumas pessoas estão se armando com martelos para recuperar seus celulares roubados.

Um dos casos foi com Nadav Nirenberg, que, depois de ter perdido seu iPhone, percebeu que alguém estava enviando mensagens de sua conta do site de namoro OkCupid. Ele fingiu ser uma mulher e atraiu o ladrão para sua casa. Quando o criminoso chegou, Nadav o ameaçou com um martelo e conseguiu recuperar seu telefone.

Outros casos acabaram em violência. Um homem de San Diego entrou em uma briga com o ladrão depois de ter seu celular roubado em um show, e a polícia teve que separar os dois homens. Outro homem, de New Jersey, acabou entrando em custódia depois de ter rastreado seu iPhone roubado e atacado a pessoa errada.

A polícia de Los Angeles alertou os cidadãos para não irem atrás dos ladrões. “É só um telefone - não vale a pena perder a vida por conta disso. Deixem que os policiais tomam conta disso. Nós temos apoio, armas, rádio, coletes à prova de balas - todas essas coisas que os cidadãos não têm”, disse o porta-voz da polícia Andrew Smith.

Tags: aplicativos, EUA, fones, ROUBO, tecnologia

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.