Jornal do Brasil

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

Ciência e Tecnologia

Filtros devem evitar interferências na TV digital

Agência Brasil

Testes feitos pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) comprovaram que não há incompatibilidade de operação entre a faixa de transmissão destinada à tecnologia 4G e a radiodifusão na frequência 700 mega-hertz (MHz). Os resultados, que serão divulgados na próxima semana, demonstram que haverá necessidade do uso de filtros para evitar interferências.

De acordo com a gerente de Espectro, Órbita e Radiodifusão da Anatel, Regina Cunha Pereira, o uso dos filtros para evitar a interferência do 4G na TV digital vai variar de acordo com a topografia. “Podemos adiantar que as técnicas de mitigação permitem a convivência. Não existe uma única técnica [de redução de interferências], e isso vai variar de acordo com local. Em regra, o uso de filtro que vai ser a maior solução em temos proporcionais”, adiantou.

Marcado para agosto, o leilão da faixa de frequência de 700 MHz, que será usada para a tecnologia 4G, deverá oferecer três lotes nacionais e um lote dividido em áreas menores. O leilão terá duas rodadas, uma com os lotes maiores e outra com os lotes menores. Se na primeira rodada sobrar algum dos lotes nacionais, eles serão divididos em partes menores.

O edital para a licitação da faixa de 700 MHz aprovado pela Anatel determina que as famílias cadastradas no Programa Bolsa Família e no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do governo federal vão receber equipamentos para poder captar o sinal de TV digital sem interferências da tecnologia 4G.

As famílias cadastradas no Bolsa Família vão receber um conversor de TV digital com filtro para receber o sinal de televisão digitalizado e minimizar possíveis interferências do 4G. Quem estiver no Cadastro Único e não receber o conversor vai receber apenas o filtro de recepção.

Tags: ANATEL, faixa de transmissão, filtro, radiodifusão, tv digital

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.