Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Medicamento contra hepatite C bate recorde de vendas

Agência ANSA

O Sovaldi, super-remédio contra a hepatite C patenteado pela companhia farmacêutica Gilead Sciences, obteve uma estreia de enorme sucesso nos Estados Unidos. Segundo um comunicado divulgado pela empresa, as receitas com o produto chegaram a US$ 2,27 bilhões (R$ 5,1 bilhões) no primeiro trimestre de 2014.

    De acordo com o site "Medical Marketing & Media", citado pelo jornal italiano "La Repubblica", trata-se do medicamento que vendeu em maior quantidade e mais rapidamente na história, a partir do momento em que foi lançado. Para se ter uma ideia, outra novidade no combate ao HCV, o Incivek, apresentado pela Vertex em 2011, rendeu US$ 1,56 bilhão (R$ 3,5 bilhões) no seu primeiro ano no mercado.

    As receitas elevadas obtidas com o Sovaldi escondem, ao menos por enquanto, o problema do seu alto custo de produção. O ciclo terapêutico à base do remédio custa US$ 84 mil (R$ 188 mil), e cada pílula vale quase US$ 1 mil (R$ 2,24 mil). E se por um lado a Gilead assegura estar trabalhando para reduzir o preço do medicamento, por outro as declarações dos seus diretores parecem quase justificar esses valores. "O custo dele está sendo subestimado em termos de vantagens de longo prazo para o sistema de saúde. O HCV custa muito dinheiro", afirmou um executivo da companhia. (ANSA)

Tags: fígado, medicamento, remédio, tratamento, vírus

Compartilhe:

Comentários

1 comentário
  • Itamar E. da S. T. F. de Oliveira

    Ninguém conhece o Silimalon?

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.