Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Ciência e Tecnologia

Dilma diz que criará segunda etapa do Pronatec após cumprir meta de matrículas

Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff anunciou que criará a segunda etapa do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) no final do ano, quando for cumprida a meta de matrículas. “Temos certeza de que antes do fim do ano a gente vai ter cumprido os 8 milhões [de matrículas]. Aí vamos criar o Pronatec 2”, disse, durante formatura de alunos do programa em Cuiabá.

Segundo Dilma, o programa chegou hoje a 6,8 milhões de matrículas. “Como qualquer coisa na vida, a gente quando conquista uma parte quer outra. O governo também tem de olhar para o futuro e querer mais. Não há país desenvolvido que possa crescer, ficar cada vez mais rico se não tiver cidadãos formados na área técnica”, declarou a presidenta, após dizer que o Brasil está na fase de “dar um outro salto” e “seguir mais longe”.

A presidenta fez as declarações na cerimônia de formatura de 1,2 mil alunos do programa de 18 cidades cuiabanas. “Espero que vocês jamais deixem de estudar. Outros Pronatecs virão, se capacitem sempre. Tragam os amigos que não vierem, avisem os parentes que existem essas chances”, disse aos formandos na solenidade.

Dilma destacou que, além da variedade de cursos e dos parceiros de qualidade, como entidades do Sistema S (Senai, Senac, Senar e Senat) e os institutos federais, o programa tem um "fator importantíssimo" que é a gratuidade, inexistente nos cursos técnicos até então. “Com isso a gente não discrimina ninguém. Todos os brasileiros de todas as idades têm acesso aos cursos. Para isso, o governo federal colocou R$ 14 bilhões”, destacou.

Criado em 2011, o Pronatec visa a expandir e interiorizar a educação profissional e tecnológica. No discurso, Dilma disse também que o governo federal não podia investir em educação técnica até 2005, quando foi enviado projeto ao Congresso propondo a modificação.

Tags: CONGRESSO, educação, profissional, pronatec, tecnológica

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.