Jornal do Brasil

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

Ciência e Tecnologia

Rir é o melhor remédio para a memória, indica estudo

Portal Terra

De e-mails para si próprio a anotações nas mãos, as pessoas tentam de tudo para não esquecer algo importante. Mas um estudo mostrou que uma boa gargalhada pode ser a melhor forma de melhorar a sua memória. Com informações do site do jornal britânico Daily Mail.

Pesquisadores americanos afirmam que as pessoas mais velhas estão mais propensas a se lembrar de alguma coisa quando estão rindo.

Isso porque o ato de gargalhar reduz os níveis de estresse, que, por sua vez, pode afetar de forma negativa a memória.

Cientistas da Loma Linda University, na Califórnia, pediram que 20 adultos saudáveis assistissem a um vídeo divertido, durante 20 minutos. Ao mesmo tempo, um outro grupo se manteve sentado calmamente, sem assistir nenhum filme.

Depois disso, todos os participantes fizeram um teste de memória e também tiveram amostras da saliva colhidas para que os especialistas pudessem medir os níveis de cortisol, o hormônio do estresse.

Os resultados mostraram que as pessoas que assistiram ao vídeo engraçado tiveram uma melhor performance no teste de memória de curto prazo, além de apresentarem índice mais baixo de cortisol.

O estudo reforça que as pessoas menos estressadas tendem a ter uma memória melhor. Isso porque rir aumenta o nível de endorfina no corpo, e envia dopamina ao cérebro, melhorando as sensações de felicidade e recompensa. Isso altera a atividade das ondas cerebrais, resultando em melhora da memória.

Tags: endorfina, estresse, memória, pesquisa, rir

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.